×
Loading ...

Como conseguir seu primeiro emprego

Conseguir sua primeira oportunidade no mercado de trabalho pode ser uma tarefa difícil, especialmente no caso dos jovens aprendizes, com idade entre 16 e 18 anos. Para os estagiários, a própria faculdade pode ajudar com a busca por meio de informativos impressos ou enviados por e-mail aos estudantes. Mesmo assim, algumas dicas podem ajudar a conseguir sua primeira colocação no mercado de trabalho. Trouxemos algumas delas a você, para auxiliar sua busca. Não deixe de conferir e esteja preparado para as entrevistas de emprego que vêm por aí!

Instruções

Conseguir o primeiro emprego parece difícil, mas nossas dicas podem te ajudar (moodboard/moodboard/Getty Images)

    Prepare-se para começar a busca -- pelo currículo

  1. Não adianta ir procurar emprego sem um currículo para oferecer aos possíveis empregadores. Por isso, o primeiro passo para qualquer postulante a uma vaga é compilar todas as suas habilidades, cursos, escolaridade, participação em órgãos escolares e eventuais posições de destaque na escola ou na faculdade. Tenha em mente que, como você ainda não tem nenhuma experiência, precisa apresentar quais são as vantagens para o contratante ao escolher você. Vale incluir até mesmo cursos que possam não ter relação com a área. Isso pode ajudar a salientar que você pode ser flexível e versátil na função.

    Loading...
    Prepare seu currículo de modo a valorizar suas qualidades para o potencial empregador (VladimirFLoyd/iStock/Getty Images)
  2. É cada vez mais importante mostrar ao empregador de uma forma visualmente atrativa o que você pode oferecer como profissional. Por isso, esqueça o currículo feito com as fontes e cores mais comuns e explore mais seu software editor de textos. É claro que é necessário passar uma imagem de seriedade. Porém, um currículo que não se destaca visualmente tem mais chance de ser descartado. Use o bom senso e a criatividade para se apresentar de uma forma inovadora, mas ao mesmo tempo sóbria e sofisticada. Além disso, como você não tem experiência profissional, mantenha seu currículo em uma única página.

    Use seu editor de textos comum para testar novas formas de apresentar seu currículo (AndreyPopov/iStock/Getty Images)
  3. É possível encontrar na Internet diversos tipos de modelos de currículo, dos mais complicados aos mais simples. Por meio deles, você pode se inspirar a montar formas mais atraentes para capturar a atenção de um possível empregador. Não é necessário investir em nenhum programa extra, já que o editor de textos que você tem no computador já é o suficiente para criar algo bonito e "clean". Não se esqueça de escolher uma cor sóbria como ponto de partida -- azul-escuro, cinza, verde-escuro, marrom, preto ou petróleo são algumas das melhores pedidas. Esqueça tons muito fortes ou claros.

    Passe algum tempo procurando formas de deixar seu currículo mais atraente (BartekSzewczyk/iStock/Getty Images)
  4. Você já arrumou seu currículo, acrescentou novas informações e fez uma revisão cuidadosa, palavra por palavra? Agora é hora de enviá-lo. No Brasil, é possível encontrar sites que anunciam vagas para jovens aprendizes e estagiários, nos quais é possível cadastrar seus dados. Além disso, existem grupos e páginas destinadas à busca de emprego nas redes sociais, classificados de jornais e o contato direto com as empresas nas quais você pretende trabalhar. Por meio dos sites das empresas você pode ser informado sobre as vagas de jovem aprendiz, estágios e trainees.

    Depois de montar o currículo, é hora de enviá-lo (Gajus/iStock/Getty Images)

    A primeira impressão é a que fica. Vista-se bem

  1. Se você quer conseguir um primeiro emprego, precisa passar uma imagem de profissionalismo e sobriedade desde o momento em que você pisa na empresa. Por isso, é imprescindível mostrar essa sua versão -- e isso passa, sim, pelos trajes. Em geral, algumas regras permanecem: nada de brincos grandes, cores vibrantes, blusas decotadas, saias curtas, saltos muito altos e finos e nada que mostre os dedos dos pés. No caso dos homens, um terno bem cortado faz diferença. Porém, conhecer algumas sutilezas de cada ambiente de trabalho pode ajudar a projetar a imagem correta e colocá-lo à frente de seus concorrentes.

    Um traje que projeta profissionalismo não inclui cores vibrantes, ternos mal cortados, decotes e salto agulha (moodboard/moodboard/Getty Images)
  2. Em bancos, escritórios de advocacia e outras empresas do setor financeiro, por exemplo, é de bom tom comparecer já na entrevista usando terno e gravata. Isso porque, nessas instituições, a regra é o traje social completo. No caso de organizações mais informais, o paletó com camisa já atende o "dress code". Para as mulheres, a regra é abusar das referências e cores clássicas nas empresas tradicionais e deixar tons mais ousados, como vermelhos e azuis, para depois -- inclusive nos acessórios e unhas. O perfume deve ser delicado, para o dia, principalmente se a vaga inclui lidar com clientes.

    Conheça o "dress code" da empresa na qual você vai se candidatar (BartekSzewczyk/iStock/Getty Images)
  3. Se você está pleiteando uma vaga em um ambiente pouco tradicional, como agências de publicidade, redações, escritórios de arquitetura ou design, esqueça o tradicionalismo e invista nas referências mais modernas da moda, com cores, formas e padrões de tecido mais ousados e contemporâneos. Existem blogs na Internet que podem ajudar a buscar novas ideias. Vale lembrar que um ambiente pouco tradicional também tem suas regras -- mais uma vez: nada de decotes, sandálias com os pés abertos ou roupas muito justas ao corpo, mas acessórios grandes e cores mais vibrantes podem ser usados com moderação.

    Se o que você quer é uma vaga em um ambiente pouco tradicional, aposte em tendências modernas (kjekol/iStock/Getty Images)

    O último passo: impressione o potencial empregador na entrevista

  1. Você enviou seu currículo e conseguiu ser chamado para uma entrevista? Vem aí a parte mais difícil, que é convencer o empregador de que você é a pessoa certa para a vaga. Antes de ir à sede, use algumas horas de seu tempo para fazer uma pesquisa abrangente sobre sua empresa, as áreas de atuação, posição de mercado, principais projetos e como você pode ajudar a área na qual se candidatou, com base em suas habilidades. Isso demonstra interesse genuíno na vaga e pode ser o que você precisa para se destacar dos concorrentes.

    Faça uma pesquisa sobre a empresa antes de ir à entrevista (monkeybusinessimages/iStock/Getty Images)
  2. Um passo essencial para se dar bem em qualquer entrevista é conhecer suas qualidades (e também os defeitos!) e saber qual delas podem ser interessantes para a empresa. Estabeleça um pré-roteiro mental listando quais dessas qualidades você gostaria de ressaltar na entrevista, como um recurso para evitar os "brancos" que acontecem quando estamos nervosos. Mas não exagere no autoelogio. Outra forma de ganhar pontos com o entrevistador é estar bem informado, ser capaz de emitir opiniões e fazer breves análises sobre os principais temas que afetam aquela indústria. Isso pode demonstrar entusiasmo pela vaga.

    Pense em quais habilidades podem ser interessantes para a empresa e use como ponto de partida (AlexRaths/iStock/Getty Images)
  3. As empresas estão cada vez mais interessadas em saber o que os funcionários fazem em seu templo livre, como hobbies ou trabalhos voluntários. Por esse motivo, apontar algumas dessas habilidades e competências ainda no currículo pode ser uma vantagem e tanto para quem busca seu primeiro emprego. Além de mostrar uma faceta mais abrangente do profissional que a empresa pretende contratar, pode ser um tópico interessante de conversa com o entrevistador e uma forma de impressioná-lo. O currículo de um candidato que inclua diferentes atividades também pode mostrar capacidade de adaptação e versatilidade para a vaga. Boa sorte!

    Quem está buscando o primeiro emprego pode mostrar versatilidade por meio de hobbies e trabalhos voluntários (Bartłomiej Szewczyk/iStock/Getty Images)
Loading...

O que você precisa

  • Um currículo bonito, atualizado e cuidadosamente revisado, em versão impressa e digital
  • Trajes adequados ao ambiente de trabalho, para ir às entrevistas
  • Uma dose extra de coragem e determinação

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...