×
Loading ...

Como consertar o fundo de uma canoa de alumínio

Atualizado em 17 abril, 2017

Canoas de alumínio geralmente são feitas com uma ligação que percorre todo o fundo do corpo, ou quilha. A quilha frequentemente serve como um leme, para ajudar o remador a manter um movimento reto para a frente. Por esta ser uma parte da canoa exposta a bastantes maus tratos, é a área mais comum para ocorrerem vazamentos. O empuxo da canoa requer uma força para cima vinda da água igual ao peso da canoa, e até mesmo pequenas imperfeições na ligação pode ser um meio de a água entrar. Felizmente, é possível reparar estes vazamentos facilmente.

Instruções

Canoas de alumínio resistem a bastantes maus-tratos (canoes image by Tanya McConnell from Fotolia.com)
  1. Inspecione as bordas ligadas ao longo da quilha. Pode ser útil limpar com um fluxo forte de água e detergente. Preste atenção em particular à área abaixo de onde notou-se o vazamento, mas lembre-se que a água pode viajar lateralmente através de vácuos no alumínio. A quilha pode ser construída com rebites, solda, ou uma combinação dos dois. Preste atenção a quaisquer áreas onde a ligação não for uniforme. Se sua canoa for pintada ou tiver qualquer tipo de cobertura, preste atenção a áreas onde a superfície esteja descascando.

    Loading...
  2. Limpe uma área com raio de pelo menos 15 cm em volta da fonte do vazamento o mais completamente possível. Primeiramente use uma esponja, então limpe a área com um pano. Não limpe a área com álcool ou óleo mineral, pois isto pode afetar o desempenho do epóxi. Use no lugar desses acetona ou diluente se necessário para preparar e limpar a superfície do alumínio. Nunca deixe as substâncias entrarem em contato com tinta ou revestimentos, pois isto arruinará o acabamento.

  3. Garanta que a quilha esteja no formato correto e esteja simetricamente alinhado. Se o vazamento for causado por uma distorção física da quilha, o primeiro passo é moldá-lo de volta ao estado original o melhor possível. Como um conserto de automóveis, pode-se fazer isso martelando o metal cuidadosamente. Não bata no alumínio diretamente com um martelo de metal porque isso fatigará o metal e levará a problemas futuros. Use um bloco pequeno de madeira segurado contra a área sendo moldada, usando batidas gentis e controladas, idealmente com uma marreta de borracha. Tenha paciência, e lembre-se que a simetria da quilha é importante para navegar a canoa. Quando estiver satisfeito com o formato da quilha, você estará pronto para aplicar o selante de epóxi.

  4. Misture o epóxi conforme as instruções do fabricante e aplique rapidamente ao longo da ligação, sobrepondo o vão por pelo menos 5 cm de cada lado. Você pode espalhar o epóxi ao longo dos dois lados de toda a quilha, além da área a ser consertada para prevenir futuros vazamentos. Para evitar do epóxi secar prematuramente, trabalhe em uma área de cada vez. Use a espátula para fazer o epóxi penetrar nos vãos e em volta dos rebites para fazer uma ligação forte, e certifique-se de que não haja bolhas no epóxi. Nesta etapa, é melhor aplicar bastante e não se preocupar com irregularidades -- elas podem ser lixadas mais tarde. Quando o vazamento tiver sido adequadamente coberto, limpe qualquer excesso de epóxi, conforme as instruções do fabricante, e deixe secar completamente.

  5. Inspecione a quilha depois de epóxi ter secado (geralmente uma noite) para ter certeza de que ele está bem fixo. Se estiver satisfeito com a uniformidade do adesivo, o trabalho está completo. Se há irregularidades significativas no epóxi seco, você pode lixá-lo para conseguir uma superfície mais regular. Em casos extremos, ou para propósitos cosméticos, pode-se usar um diluente marinho (disponível em várias lojas de reparos automotivos) para alisar a quilha. Verifique se o diluente é aprovado para uso em alumínio, já que muitos produtos de fibra de vidro podem simplesmente descascar. Quando o diluente estiver totalmente seco, deve-se lixar e pintar de acordo com as instruções do fabricante. Pode-se pintar ou revestir por cima do conserto o quanto quiser.

Loading...

Dicas

  • Ao invés de epóxi, pode-se usar uma massa a prova de água como solda marinha; Pergunte a um funcionário em uma loja de peças de carro ou em uma marina se estiver em dúvida se um determinado produto é aceitável.
  • Não tente consertar um vazamento com este método se ele foi causado por uma perfuração ou ranhuras do alumínio. Estes tipos de vazamentos devem ser consertados com um remendo.

Aviso

  • Sempre leve em conta os avisos de segurança do fabricante do epóxi. Ele pode criar vapores danosos e não devem ser usados dentro de casa ou em áreas com pouca ventilação.
  • Sempre use proteção nos olhos ao moldar ou martelar o metal, pois pedaços finos podem se soltar e feri-los.
  • Teste a canoa rigorosamente em águas rasas para verificar se o vazamento foi consertado. Nunca deixe ninguém remar até águas profundas se ainda houver dúvidas quanto a sua integridade.

O que você precisa

  • Mangueira
  • Detergente
  • Acetona ou diluente (opcional)
  • Martelo (opcional)
  • Madeira (opcional)
  • Epóxi à prova d'água
  • Espátula
  • Lixa (opcional)

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...