Como consertar um relacionamento de pai-filha

Escrito por marie jones | Traduzido por mário candi tsuge
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como consertar um relacionamento de pai-filha
É possível consertar uma relação mal resolvida com seu pai (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Se você passou a sua infância se escondendo das brigas de seus pais, se esquivando dos insultos de seu pai, sentindo como se nunca fosse se encaixar, você pode ter uma relação tensa com seu pai, até mesmo como um adulto. Muitas mulheres adultas sentem tensão e ansiedade quando enfrentam os pais. Mesmo que seja possível consertar até o relacionamento mais problemático, o processo leva tempo e cooperação de ambas as partes.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Perdoe seu pai por sua infância. Faça um esforço consciente para deixar o passado para trás. Lembre-se de que todos cometem erros, e mesmo que você tenha se sentido mal amada ou traída, é preciso perdoá-lo para que possa seguir em frente.

  2. 2

    Passe um tempo com seu pai. Enquanto ele envelhece, é natural que queira passar mais tempo com você. Talvez ele se arrependa de não ter feito isso com você enquanto era criança, ou simplesmente quer conhecê-la melhor. Evite afastar-se dele nesse momento e, em vez disso, aprecie o fato de ele querer melhorar o relacionamento dos dois. Planeje algumas atividades divertidas que possam desfrutar juntos, como minigolfe, visitar um local histórico, pescar ou simplesmente ter um jantar juntos.

  3. 3

    Procure conselhos. Se suas cicatrizes emocionais são profundas, pode ser necessário a orientação de um profissional para ajudá-lo a enfrentar suas memórias da infância. Converse com um terapeuta, conselheiro, pastor ou padre e, se ele quiser se envolver, leve seu pai com você. Evite ficar apontar os erros durante a sessão e em vez disso se concentre em você mesma e em como certas experiências a faziam se sentir.

  4. 4

    Converse com seu pai sobre suas experiências durante seu crescimento e ouça as perspectivas dele dos eventos que aconteceram. Talvez seu pai não sinta que foi tão duro com você, pensando que o que ele fazia era para o seu bem. Seja honesta com ele, mas também ouça-o e perceba que você pode ter diferentes sentimentos sobre sua infância.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível