Como construir floreiras de tijolos para entradas de garagem

Escrito por susan patterson Google | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como construir floreiras de tijolos para entradas de garagem
As floreiras de tijolos são atraentes e fáceis de manter (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Dê boas-vindas aos amigos e à família com elegantes floreiras de tijolos em ambos os lados da entrada da garagem. O tijolo é um material durável que é notavelmente fácil de manter. Os tijolos de fachada são especialmente atraentes para construir floreiras. Estas são abertas no fundo, o que permite adequada drenagem, não sendo necessário regar com tanta frequência como nos vasos com fundo fechado. Comece pelo suporte da floreira, com uma medida de 5 a 17,5 cm de largura e 5 a 7,5 cm de altura.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Fita métrica
  • Giz para marcação
  • Esquadro de carpinteiro
  • Calçadeira
  • Cimento
  • Enxada para mexer o cimento
  • Carrinho de mão
  • Balde de 20 litros para água
  • Prumo
  • Argamassa
  • 75 tijolos de fachada
  • Colher de pedreiro
  • Lápis
  • Substrato vegetal
  • Pá de jardim
  • Matéria vegetal
  • Flores

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Selecione uma área nivelada, em ambos os lados na entrada da garagem, para construir as floreiras. Será necessário um lugar a uma distância de, pelo menos, 60 cm da entrada da garagem.

  2. 2

    Mensure e delineie com o giz, um quadrilátero de 60 cm por 15 cm. Use um esquadro de carpinteiro para verificar se todos os ângulos têm 90 graus.

  3. 3

    Retire 10 cm de terra e torrões do quadrilátero. Soque a terra firmemente. Coloque dois tijolos verticalmente e lado a lado, no centro dele.

  4. 4

    Prepare o cimento, conforme as instruções do fabricante, e espalhe uma camada de 5 cm uniformemente sobre o local com uma pá. Retire as bolhas de ar e alise com uma calçadeira manual. Verifique todos os lados com o prumo. Acrescente mais cimento, se necessário. Isto formará o fundo da floreira. Remova os tijolos do centro, antes que o cimento se fixe completamente. Isto fornecerá drenagem no fundo da floreira. Deixe o cimento secar por 24 horas antes de prosseguir.

  5. 5

    Prepare a argamassa segundo as instruções do fabricante. Adicione uma camada de 2,5 cm de argamassa na parte inferior do tijolo e coloque-o na fundação. Trabalhe ao redor do perímetro da floreira, colocando os tijolos em intervalos de 2,5 cm. Use o esquadro de carpinteiro e o prumo para verificar se todos os ângulos têm 90 graus. Aplique argamassa entre os tijolos. Limpe qualquer excesso desta com uma colher de pedreiro. Introduza um lápis em uma junção vertical, em cada um dos lados da floreira, na primeira série de tijolos. Isto formará os buracos de drenagem.

  6. 6

    Alterne o padrão de tijolos na segunda camada para acrescentar estabilidade à floreira. Continue este processo em seis camadas, alternando o padrão de tijolos em cada uma. Certifique-se de que cada camada esteja nivelada e no prumo. Ponha um lápis em um junção vertical, em cada um dos lados, e em cada camada para fornecer drenagem. Remova os lápis antes que a argamassa seque.

  7. 7

    Repita esse processo no outro lado da entrada da garagem para fazer uma segunda floreira de tijolos.

  8. 8

    Encha 3/4 da floreira com uma mistura de matéria orgânica sem terra. Escolha combinações de flores para as floreiras com base em cor, altura e requisitos de iluminação. Aplique na parte superior das floreiras uma camada de 2,5 cm de matéria vegetal.

Dicas & Advertências

  • Verifique a floreira com frequência, após o primeiro plantio, para se certificar de que a terra está úmida ao toque.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível