Como construir um motor magnético permanente

Escrito por jason thompson | Traduzido por rodrigo da silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como construir um motor magnético permanente
O primeiro motor elétrico verdadeiramente prático foi inventado por Zenobe Theophile Gramme em 1871 (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Michael Faraday inventou, em 1821, o princípio do motor elétrico. Nos anos posteriores, vários inventores tentaram transformar a teoria em prática trabalhando em diversos modelos. No entanto, o primeiro motor elétrico verdadeiramente prático só foi inventado em 1871 por Zenobe Theophile Gramme (ver referência 1). Um motor elétrico é, na sua essência, uma bobina de fio sobre uma armação rotativa. A armadura fica perto de um ou mais ímãs, de modo que ela experimenta um poderoso campo magnético. Quando a corrente elétrica passa através da bobina, gera um campo magnético próprio que interage com os campos dos magnetos, transformando-os (ver referência 2).

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Dois clipes grandes
  • Um copo de papel, isopor ou plástico
  • De 1 a 3 discos de ímãs menores que a parte inferior do copo
  • Bateria
  • 2 fios de 15 cm
  • 1 metro de fio de bitola 22
  • 2 garras de jacaré
  • Rolo de fita isolante
  • Marcador permanente
  • Elástico

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Enrole o fio em torno da bateria de modo que ele forme uma bobina. Adicione 7 ou 10 cm de fio para fora da bobina em cada extremidade. Endireite-os de modo que fiquem para fora, dos lados. Fixe a bobina com a fita de modo que ela não se solte ou se deforme. Corte cerca de 2,5 cm do isolamento nas extremidades do fio da bobina utilizando um descascador de fios (veja referências 3 e 4). Escureça o topo de uma das extremidades do fio com o marcador permanente. Isso ajudará a evitar que o motor fique preso nas linhas da bobina com o campo magnético dele (veja referência 3).

  2. 2

    Endireite os clipes de papel deixando um gancho de metal curvado nas extremidades de cada um. Vire o copo de cabeça para baixo e fixe os clipes de papel no fundo dele com o elástico. Os clipes de papel devem agora ser levantados do fundo do copo, ficando com as extremidades em forma de gancho acima do copo (veja referências 3 e 4).

  3. 3

    Coloque o ímã na parte inferior do copo, entre os ganchos dos clipes. Se você estiver usando mais de um ímã, empilhe-os. Usando vários ímãs você aumentará a intensidade do campo magnético da bobina. Isso resultará em um motor mais potente (veja referências 3 e 4).

  4. 4

    Coloque as extremidades retas da bobina nos ganchos. Verifique se eles estão tocando a parte exposta do fio da bobina. Gire a bobina em todos os sentidos, assegurando-se de que ela não está tocando no ímã. Se isso acontecer, ajuste a posição dos ganchos deslizando-os sob o elástico. Mantenha a bobina mais perto possível do ímã (ver referências 3 e 4).

  5. 5

    Remova aproximadamente 2,5 cm de isolamento das extremidades dos fios curtos com o descascador de fios. Prenda cada fio a um dos clipes de jacaré. Prenda esses jacarés nos ganchos. Isso criará um percurso para que a eletricidade alcance a bobina. Ligue as outras extremidades aos terminais positivo e negativo da bateria utilizando a fita isolante (ver referências 3 e 4).

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível