Como contabilizar despesas que devem se pagas apenas no futuro em folhas de balanço?

Escrito por sheila shanker | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como contabilizar despesas que devem se pagas apenas no futuro em folhas de balanço?
Contabilizar as despesas quando acontecem, não quando são pagas, pode ser um desafio (Siri Stafford/Digital Vision/Getty Images)

A contabilização de despesas que incorrem no presente mas são pagas no futuro envolve contas da demonstração de resultados e balanço patrimonial. Esta situação é muito comum em empresas que utilizam o regime de competência, onde as transações são reconhecidas quando acontecem, e não quando o dinheiro muda de mãos. Identificar e registrar todas as despesas antes do recebimento das contas pode ser um desafio para muitos contadores, que, frequentemente, usam listas de checagem como orientações para não perder nada importante.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Faça a entrada de todas as contas recebidas no módulo de contas a pagar. Isso cria um relatório de lançamentos de débito de contas de despesas e creditação de contas a pagar padrão, informando o balanço. Quando você vê R$ 200 em balanço na rubrica de contas a pagar, isso significa que a empresa deve R$ 200 a fornecedores para transações que ocorreram. Significa, também, que essas contas entraram no sistema de pagamento e serão debitadas em breve - elas são passivos circulantes.

  2. 2

    Para reconhecer as despesas, faça o relatório de entradas. A entrada é, geralmente, para uma despesa de débito e crédito de uma conta de despesa acumulada, que é descrita no balanço patrimonial como um passivo. Este passo pode ser um desafio, pois nem todas as despesas podem ser identificadas antes do período de fechamento - contadores podem perder as despesas. Esta entrada é muitas vezes invertida no período seguinte, quando a conta entra no sistema, a fim de evitar a dupla contagem. Não se esqueça de aplicar os juros sobre os empréstimos pendentes. Isso pode exigir alguns cálculos, mas os juros devem ser reconhecidos no momento da transação, não do pagamento.

  3. 3

    Calcule acréscimos da folha de pagamento para os salários e impostos. Um relatório de balanço pode apresentar um risco para os salários e impostos acumulados, o que reflete as despesas da folha de pagamento reconhecidos antes de serem pagas. Por exemplo, suponha que os empregados horistas trabalharam quatro dias este mês e um dia do mês seguinte. O pagamento será R$ 1000 no próximo mês. Você reconheceria R$ 800 para este mês como despesa - isso vai aparecer no balanço patrimonial em salários acumulados e impostos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível