Mais
×

Como fazer um contrapeso com polias

Atualizado em 21 novembro, 2016

Os contrapesos são valiosos na construção de componentes de movimento vertical para várias aplicações, que vão desde as portas de um sótão até as catapultas medievais. Sua principal finalidade é facilitar o deslocamento de objetos pesados, equilibrando a carga entre um ponto pivô. Uma das maneiras mais eficientes de criar um contrapeso é utilizar um sistema de polias, pois elas proporcionam o ponto pivô, além de serem feitas em tamanhos variados, de acordo com a necessidade do trabalho.

Instruções

  1. Determine o peso do contrapeso. Para aplicações comerciais e de uso frequente, determina-se o contrapeso multiplicando o peso do objeto (que será contrabalançado) pelo comprimento do cabo ou suporte que será utilizado. Para aplicações mais básicas, um contrapeso que pese 3/4 do objeto já é o suficiente.

  2. Crie o contrapeso. O material irá variar de acordo com o objetivo da utilização. Para tarefas mais simples e trabalhos residenciais, um tarugo de ferro ou um saco de areia são ótimas opções.

  3. Monte a polia seguindo as instruções do fabricante. A maioria das polias é montada utilizando um sistema de parafusos que deve ser fixado em vigas no teto ou em outros componentes que suportem cargas. Fixe a polia um pouco afastada do centro do objeto que pretende contrabalançar.

  4. Anexe o cabo da roldana ou a corda no objeto que pretende contrabalançar. A técnica específica de montagem será determinada pelo tipo de trabalho.

  5. Passe a corda pela polia e puxe-a até ficar esticada.

  6. Corte qualquer excesso de corda. Quando o contrapeso estiver pronto, o peso oscilará sempre que estiver no ar.

  7. Coloque a outra extremidade do cabo no contrapeso.

Aviso

  • As roldanas estão disponíveis em vários tamanhos. Procure sempre verificar se a sua polia foi projetada para a quantidade de peso que irá trabalhar.

O que você precisa

  • Corda ou cabo para roldana
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article