Como controlar disenteria em cordeiros

Escrito por rachel lucio Google | Traduzido por andre trapani possignolo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como controlar disenteria em cordeiros
Os cordeiros podem sofrer de diarreia (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Disenteria, também conhecida como diarreia é uma doença familiar que ocorre em cordeiros recém-nascidos e é identificável por fezes mais líquidas. Apesar de comum, a disenteria pode levar à desidratação e pneumonia -- e é potencialmente mortal -- caso não tratada. As causas podem ser parasitárias ou virais, ambiental e/ou nutricional, resultam em desidratação rápida do animal. Tratamento a tempo, reidratação e contenção de excrementos potencialmente infecciosos é fundamental no esforço para dar ao animal a melhor chance de recuperação.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Mamadeira com bico
  • Jornal
  • Luvas de látex para remoção de papel sujo
  • Solução eletrolítica
  • Leite ou substituto

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Determine as causas da diarreia. Causas ambientais podem ocorrer por causa de ambientes insalubres ou possível contato com água suja ou fezes infectadas. Causas virais ou bacterianas podem ser causadas por E. coli, rotavírus, cryptosporidium, salmonela, giárdia ou clostridium perfringens tipo C.

  2. 2

    Corrigir o ambiente, caso for determinado que os fatores ambientais são a causa. Remova o animal do ambiente insalubre e limite a exposição ao estresse, assim como à outros animais. Coberturas de cama novas também são ideais para minimizar a exposição adicional aos contaminantes ambientais.

  3. 3

    Contenha as fezes contaminadas. Faça uma cobertura com jornais no alojamento do cordeiro para que os excrementos expelidos possam ser removidos. Substitua o jornal sujo por jornal novo. O uso de luvas de látex é recomendado durante essa atividade pois as causas virais ou bacterianas da doença do animal podem ser transmitidas aos seres humanos através do contato. Papéis sujos devem ser eliminados em uma área onde outros animais não entrarão em contato com o mesmo, evitando assim casos adicionais da doença.

  4. 4

    Administre líquidos como tratamento. Misture uma garrafa com um mistura de 50% de leite ou substituto com 50% de solução de eletrólito. Alimente o cordeiro com essa mistura. A diarreia irá continuar até limpar completamente o sistema digestivo. A chave é tentar mantes o cordeiro hidratado durante esse processo. Quando a disenteria passar as fezes ficarão macias devido à ingestão de líquidos, mas não vai ser líquida.

  5. 5

    Entre em contato com um veterinário. No inicio do quadro clínico contate o veterinário o mais rapidamente possível. A diarreia é uma doença grave em jovens cordeiros e uma análise fecal pode identificar a causa. Os veterinários podem administrar líquidos por via intravenosa ou prescrever a administração de remédios, se necessário.

Dicas & Advertências

  • A prevenção pode reduzir o risco de diarreia. A vacinação da ovelha aproximadamente quatro semanas antes do parto pode reduzir o risco de diarreia em cordeiros recém-nascidos. Além disso, o consumo do leite colostro (o primeiro leite da mãe após o parto) pelo cordeiro é crítico para sua saúde pois proporciona anticorpos e nutrientes essenciais necessários para permitir que o sistema imunológico do animal o proteja adequadamente contra infecções.
  • Procure o conselho de um profissional médico antes de administrar qualquer medicação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível