Como controlar a dor após a cirurgia no manguito rotador

Escrito por rebecca boardman | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como controlar a dor após a cirurgia no manguito rotador
Lesão do manguito rotador (Courtesy of http://www.google.com/imgres)

A cirurgia do manguito rotador é um procedimento ortopédico comum usado para corrigir as estruturas danificadas no ombro em pacientes com doença nessa região ou com lesão causada por trauma, uso excessivo da articulação ou pela degeneração. Frequentemente, ela pode ser realizada por meio de artroscopia, com apenas uma pequena incisão de cinco centímetros para a inserção dos instrumentos maiores, se necessário. Apesar de a área incisional ser pequena, o ombro ficará bastante dolorido por algumas semanas após a cirurgia, porque essa é uma articulação muito utilizada, embora não notamos isso. Além disso, os músculos do manguito rotador se dilatam e demoram para cicatrizar. Este artigo lhe fornecerá opções e ideias para controlar a dor após um procedimento cirúrgico nesta região.

Outras pessoas estão lendo

Imediatamente após a cirurgia

A função da medicação para dor, após a cirurgia do manguito rotador, é limitar os sinais de dor que o local da incisão e da área da operação emitem para o cérebro. Os analgésicos bloqueiam os receptores da dor e ofuscam as mensagens enviadas dos nervos para o cérebro. Ao anestesiar essa sensação, o cérebro não reage enviando choques pelo corpo e também evita que o paciente se sinta estressado. As primeiras 48 a 72 horas após a cirurgia são as mais críticas para essa fase da recuperação, e é por isso que as doses mais fortes de analgésicos são reservadas para esse período e geralmente administradas no hospital pela equipe profissional. Medicamentos, como a morfina e os anestésicos injetáveis, são dados durante esse período, enquanto o corpo se ajusta à cirurgia e começa o processo de cicatrização.

Indo para casa

Antes de receber alta hospitalar, o paciente terá sua medicação modificada passando de injetável para via oral. As drogas administradas ainda serão narcóticos e bastante potentes, então alguém precisará levá-lo para casa. O paciente não deverá dirigir enquanto estiver fazendo uso desses medicamentos. Na primeira semana, a dor ainda será continuamente controlada por meio de uma programação regular de medicação oral. Na primeira consulta ao ortopedista após a cirurgia, a dosagem dos analgésicos poderá ser modificada, mas variará de acordo com o tipo de esforço físico que o paciente realizará durante as sessões de fisioterapia às quais precisará ser submetido. O ideal é que, à medida que a recuperação progride, a dor diminui e menos medicamento é necessário. Ainda haverá dias em que o paciente sentirá mais dor e precisará aumentar a dosagem, mas também haverá dias de melhoras.

Fisioterapia

A fisioterapia é parte fundamental em uma recuperação bem sucedida da cirurgia do manguito rotador. As sessões deverão ser iniciadas 24 horas depois da operação e continuar por vários meses. Elas podem ser bastante dolorosas e é preciso estar preparado para isso. Muitos fisioterapeutas solicitam que os pacientes tomem a medicação para a dor cerca de meia horas antes das sessões de fisioterapia. Isso permite obter todos os benefícios dos exercícios e evita que o paciente limite os movimentos por causa da dor. À medida que ele progride nas sessões, vai ganhando força e estabilidade e deixa de tomar os narcóticos e passa para os medicamentos que não precisam de prescrição, como o Tylenol, o ibuprofeno, o Aleve e outros. No entanto, tomar um analgésico antes de uma sessão de fisioterapia é sempre uma boa ideia.

Concepção errônea

Infelizmente, muitos pacientes acreditam que o uso de medicamentos para diminuir a dor é um erro, que eles são viciantes e que ficarão "viciados" e incapazes de parar de tomá-los. Embora o vício em narcóticos possa acontecer, a verdade é que quando se está sob os cuidados de um profissional médico e as orientações dadas por ele são seguidas, o uso da droga não é perigoso e oferecerá mais benefícios do que prejuízos. A medicação para dor pode ajudá-lo a se recuperar de forma mais rápida, saudável e a ficar com a articulação mais fortalecida. Não há absolutamente nenhuma razão para não tomá-la, a menos que aconselhado de outra maneira pelo profissional médico. O uso dos medicamentos é uma etapa necessária para a recuperação da cirurgia do manguito rotador e não lhe causará nenhum mal, contanto que as instruções de posologia sejam seguidas e -- mais importante -- eles sejam tomados apenas quando for necessário.

Advertência

Ao contrário do que foi dito no parágrafo anterior, é preciso estar ciente de que o abuso de analgésicos não é brincadeira. Tomar muito remédio para a dor pode facilmente matá-lo, já que esses fármacos diminuem a respiração, os batimentos cardíacos e, na melhor das hipóteses, altera o nível de consciência do indivíduo. A memória pode ser afetada, assim talvez seja necessário a ajuda de outra pessoa para que os medicamentos sejam tomados no momento adequado. Não é permitido dirigir durante o período de tratamento com narcóticos, pois essa substância afeta as capacidades motoras e o indivíduo pode ser preso se for pego dirigindo sob o efeito dessa droga. A medicação para dor retarda a reação prejudicando a capacidade de julgamento. E sim, ela é altamente viciante. É muito fácil tornar-se dependente de um medicamento para se sentir bem, e uma dosagem cada vez maior será necessária para suprir esse sentimento. E antes que perceba, você estará tomando o remédio apenas para se sentir normal, e então tudo vai ficando cada vez mais difícil. Consulte seu médico, caso esteja em dúvida se está ou não dependente dos analgésicos prescritos após a realização da cirurgia do manguito rotador.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível