Como contruir uma ponte sobre um pequeno riacho

Escrito por ruth de jauregui Google | Traduzido por carlos cassimiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como contruir uma ponte sobre um pequeno riacho
Uma pequena ponte dá acesso ao outro lado do pequeno riacho (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Uma pequena ponte é um acesso que um proprietário rural utiliza para chegar a áreas do outro lado de um pequeno riacho. Quando estiver construindo a ponte, a segurança e a estabilidade são de extrema importância. Uma simples tora caída atravessada sob o riacho permite a passagem, mas pode rolar sob os pés, causando uma queda desagradável e até ossos fraturados. A ponte bem construída, com um corrimão, é uma opção mais segura para os caminhantes que querem atravessar um pequeno riacho.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Trena
  • 4 pedaços de vergalhões de 1 m de comprimento
  • Marreta
  • Parafusadeira
  • Duas toras, de pinho ou de carvalho, de 20 cm por 2 m
  • Duas toras, de pinho ou carvalho, 30 cm por 6 m
  • Motosserra ou serrote
  • Machado
  • 20 tábuas brutas de 2 x 12 polegadas de 90 cm de comprimento
  • 5 tábuas brutas de 2 x 4 polegadas de 2,5 m de comprimento
  • Parafusos galvanizados de 3 ½ polegadas de comprimento
  • Galhos de 10 cm por 90 cm
  • Galhos de 10 cm de diâmetro

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Meça a largura do riacho de uma margem à outra, em um local relativamente plano. Adicione 2 m para as fundações. Se a largura do riacho for 4,5 metros, e mais um beiral de 2 m, perfaz um total de 6,5 m para a ponte.

  2. 2

    Remova todos os ramos dos troncos utilizando uma serra elétrica ou serrote. Separe galhos de 10 cm de diâmetro para o corrimão. Corte os galhos em 10 peças de 90 cm. Separe quatro galhos em comprimentos de 2,5 m a 3,5 m.

  3. 3

    Cave uma vala paralela de 2 m de comprimento paralela nos dois lados do riacho, larga e profunda o suficiente para os troncos desta medida ficarem assentados com a metade no interior do solo. Centralize as valas a 60 cm das margens do riacho. Coloque cada tora em uma vala e soque o solo firmemente em torno delas. Estas são as fundações para a ponte.

  4. 4

    Entalhe o topo da fundação, a 30 cm de cada extremidade e de 10 a 15 cm de profundidade, usando um machado ou motosserra. Repita com a outra. As extremidades dos troncos de 6 m se encaixarão nestes entalhes. As extremidades dos troncos devem estar à uma distância de 15 cm, quando postas no lugar.

  5. 5

    Coloque os troncos atravessando o riacho, encaixando-os nos entalhes das fundações. Peça a ajudantes para mover os troncos ou guinche-os usando um guincho ligado a uma árvore ou ao para-choques de um caminhão. Esses suportes são chamados de longarinas.

  6. 6

    Faça um furo em cada longarina e nas fundações. Martele um pedaço de vergalhão através da longarina, da fundação, e no chão até que o vergalhão fique nivelado com a parte superior da longarina. Isso ajudará a ancorar a ponte.

  7. 7

    Coloque as tábuas brutas atravessando as longarinas, deixando 0,5 cm entre as tábuas. Pré-fure e aparafuse-as centralizadas às longarinas, usando os parafusos galvanizados a cada 3 cm de distância.

  8. 8

    Construa um corrimão aparafusando os galhos de 90 cm de comprimento em um lado da ponte. Pré-fure e utilize parafusos galvanizados para prender os galhos em uma posição vertical a 60 cm de distância. Use três parafusos por galho fixando-os nas extremidades das tábuas e nos lados das longarinas.

  9. 9

    Selecione os ramos mais longos e fixe-os aos topos das colunas verticais, fazendo um corrimão. Pré-fure e aperte um parafuso através do corrimão e na parte superior de cada suporte. Adicione apoios suplementares, se necessário, onde duas partes do corrimão se encontram.

  10. 10

    Corte uma tábua 2 x 4 em duas partes de 1,20 m. Pré-fure e aparafuse-as ao longo das bordas laterais externas no lado de cima da ponte, com o lado plano para baixo, para fazer um anteparo. Ele impede que o pé escorregue para fora da lateral da ponte em tempo chuvoso ou no escuro.

Dicas & Advertências

  • A dimensão mínima das longarinas é 30 cm de diâmetro. A largura mínima para o piso é de 90 cm.
  • Sempre instale um corrimão, use tábuas 2 x 4 se galhos não estiverem disponíveis.
  • O carvalho ou outra madeira é preferível ao pinheiro, especialmente para os corrimãos, devido à resina excretada por pinheiros.
  • Teste a ponte em cada etapa para garantir a estabilidade.
  • As toras divididas podem ser substituídas por tábuas de corte bruto. Entalhe os troncos partidos para encaixar sobre as longarinas. Não corte as longarinas, pois comprometerá a sua estabilidade e resistência.
  • Use luvas e óculos de segurança.
  • Esta ponte é destinada ao tráfego de pedestres sobre um pequeno riacho. Não se destina a ser utilizada por qualquer tipo de veículo a motor.
  • Se você nunca usou uma serra elétrica, não comece agora. Use um serrote ou leve a uma madeireira para preparar os troncos para você.
  • Não entalhar as longarinas para não enfraquecê-las.
  • Se a ponte estiver a mais de 3 metros acima do riacho, adicione um corrimão de ambos os lados para a segurança.
  • Não use a ponte, se o riacho em cheia e água está tocando ou passando por cima dela. Mesmo uns poucos centímetros de água em movimento rápido pode derrubá-lo e arrastá-lo para fora da ponte.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível