Conhecimento

Corantes usados na preparação de lâminas de microscópio

Escrito por eileen rivera | Traduzido por pamela oliveira
Corantes usados na preparação de lâminas de microscópio

Corantes são muitas vezes necessários nas análises em microscópio

Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Corantes ajudam na identificação e diferenciação de componentes de células e tecidos. Esses componentes tendem a ser transparentes e os corantes dão aos observadores um meio de ver o que é invisível ao olho humano. Os corantes são mais frequentemente usados em estudos de microbiologia, histologia e citologia. Abaixo estão alguns dos corantes mais usados.

Marrom Bismarck

Atualmente o marrom bismarck é menos usado do que no passado. Esse corante marca mucinas (um tipo de proteína presente em muco e saliva) que são acidificados e ficam amarelos.

Carmim

O carmim é um corante usado para tingir glicogênio (amido animal), glicosaminaglicanos (cadeias de açúcares encontrados em muco e fluido de juntas) e núcleos celulares. Ele tinge as partes de vermelho e é feito do inseto Coccus cacti. Ele é mais conhecido como cochonilha. Esse inseto é originário do México e do sudoeste dos Estados Unidos e se alimenta de cactos. O corante é feito dos fluidos corporais do inseto.

Cristal violeta

O cristal violeta mancha paredes celulares de roxo quando combinado com um mordente, que é um mistura de substâncias que reage com o corante para formar um sólido insolúvel e colorido. Pode ser usado na classificação de bactérias e é o corante usado na técnica de coloração de Gram. Nela, as células são primeiro preservadas por um processo de preparação e então coradas com cristal violeta. O corante é absorvido em quantidades similares por todas as bactérias. Depois da aplicação dele, um mordente é aplicado e as lâminas são lavadas com um solução de álcool 95%, então são coradas com um outro corante mais leve de outra cor (normalmente safranina). Essa técnica é o principal método usado no estudo de bactérias em laboratório.

Eosina

A eosina é um corante sintético a base de álcool. Ela tinge células sanguíneas, material citoplasmático (material encontrado entre a membrana celular e o núcleo), membranas celulares e estruturas fora da célula de rosa ou vermelho. É usada como um dos corantes da técnica de coloração Hematoxilina e Eosina. Essa técnica é a mais usada no estudo de tecidos e células, para observar sua forma e a estrutura.

Hematoxilina

A hematoxilina é o corante que acompanha a eosina na técnica H&E. Ele tinge núcleos celulares de azul-violeta ou marrom. É um corante natural feito usando a árvore de nome campeche (Haematoxylum campechianum).

Safranina

A safranina é usada como um dos corantes na técnica de coloração de Gram e tinge núcleos celulares de vermelho. Também é usada para tingir cartilagem. Ela se torna amarela quando tingida com safranina.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media