×
Loading ...

Cores comuns na arte asteca

Atualizado em 17 abril, 2017

Os astecas foram um povo antigo que viveu no México durante os séculos 14 a 16. Eles eram considerados uma civilização altamente desenvolvida, com o próprio sistema numérico, calendário e estrutura social. Muito da arte desse povo permanece no nosso século e ela é admirada pelo seu simbolismo animal e narrativa. Esculturas, padrões gráficos, cerâmicas e desenhos são os itens mais comuns na arte asteca. Suas peças utilizavam cores brilhantes provenientes de minerais, vegetais, insetos e conchas.

Os astecas utilizavam ouro para decorar suas joias e estátuas para a nobreza (mexican art sun image by Jim Mills from Fotolia.com)

Vermelho

O vermelho é uma das cores mais comuns na arte dos astecas. Ela era usada em padrões gráficos, cerâmica, máscaras, joalheria e adornos para o corpo. A cor vermelha era derivada do inseto cochonilha. Quando amassado, seu corpo pode ser transformado em tinta vermelha. Em certos rituais religiosos, os astecas também eram conhecidos por pintar suas faces com o próprio sangue.

Loading...

Amarelo

O amarelo é comumente encontrando na arte asteca. Ele é usado em padrões gráficos para colorir pessoas e recordar eventos. Um dos artefatos religiosos mais conhecidos que contém muito amarelo é o Codex Magliabechiano. O sol era um símbolo predominante em muitos itens da arte asteca e era sempre pintado com cores amarelas brilhantes.

Turquesa

A cor turquesa é encontrada em muitas peças importantes da arte asteca, especialmente aquelas que simbolizam figuras religiosas. As máscaras eram adornadas com turquesa, pois os astecas acreditavam que a pedra funcionava como um amuleto de proteção. A caveira do espelho enfumaçado e o mosaico da serpente de duas cabeças são duas das obras mais conhecidas feitas com turquesa.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...