Como saber se seu corpo produz muito estrogênio

Escrito por tammy kane | Traduzido por mari mieko
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como saber se seu corpo produz muito estrogênio
Exames de sangue são necessários para medir o nível de estrogênio (Comstock/Comstock/Getty Images)

O estrogênio é um hormônio fundamental para o corpo feminino e é produzido pelos ovários. Ela regula o ciclo menstrual e prepara o corpo para a gravidez, influencia os níveis de colesterol e ajuda a proteger o coração. No entanto, quando em quantidades elevadas, pode ser um problema. O estrogênio em excesso, também chamado de predominância estrogênica, pode piorar a tensão pré-menstrual e causar tumores fibroides, bem como câncer uterino e de mama, entre outros problemas, de acordo com o site MedicineNet.com. Isso pode acontecer em qualquer idade e pode ser de difícil interpretação devido às flutuações do ciclo. Como a dominância de estrogênio é apenas um sintoma, é importante determinar a sua causa.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Para determinar corretamente se seu nível de estrogênio é muito alto, você deve pedir para um médico executar pelo menos um ou dois painéis de testes hormonais. Um endocrinologista é a melhor escolha. O que você vai precisar na sua visita ao médico:
  • Sua lista de sintomas;
  • Dois ou mais testes hormonais.

Lista completaMinimizar

Instruções

    Os sintomas da predominância estrogênica

  1. 1

    Existem inúmeros sintomas da predominância estrogênica, sendo que diferentes mulheres experimentam-os de forma diferente. Alguns dos sintomas mais evidentes incluem sensibilidade mamária, diminuição do desejo sexual, depressão com ansiedade ou agitação, ganho de peso e inchaço, seios fibrocísticos ou irregulares, perda de cabelo, menstruação precoce e irregular, sangramento pesado, irritabilidade, insônia, alterações de humor, osteoporose, miomas, retenção de água, palpitações e confusão mental ou perda de memória. Se você tiver um bom número destes sintomas, é possível que você tenha um problema com estrogênio e deve consultar seu médico para exames.

  2. 2

    Agende uma consulta com um médico. O endocrinologista é o especialista nesta área. Certifique-se de discutir seus sintomas com ele. O médico irá provavelmente pedir um teste para medir seus níveis de estrogênio. Seus sintomas podem apontar para um problema subjacente que poder ser a causa do desequilíbrio hormonal, o qual pode ser bastante difícil de determinar.

  3. 3

    O teste para estrogênio é geralmente um exame de sangue realizado para determinar os níveis de estradiol, estriol e estrona. Estes testes podem ajudar a detectar defeitos congênitos, tumores, problemas reprodutivos e menopausa. Cada componente tem um papel específico no corpo. Um resultado normal não significa necessariamente que o estrogênio não seja um problema. Outros hormônios, como o progesterona, podem precisar ser testados, pois ajudam a regular o estrogênio. Se os níveis de progesterona são muito baixos, então o estrogênio pode tornar-se muito elevado. Este teste pode ser difícil, porque os níveis hormonais flutuam diariamente. Por isso, vários testes podem ser necessários para determinar o problema. Uma vez que tenha sido descoberto, fica muito mais fácil encontrar a causa.

Dicas & Advertências

  • É interessante notar quando os sintomas ocorrem durante o ciclo menstrual. Pode haver causas ambientais, como a poluição, recipientes de plástico, hormônios de crescimento em carnes, exposição a certos pesticidas e produtos químicos e outros fatores. A exposição a estes xenoestrogênios - químicos que imitam os efeitos do estrogênio - também pode aumentar os níveis desse hormônio.
  • É importante que você faça os testes apropriados o mais cedo possível. O câncer pode ser uma das causas do desequilíbrio estrogênico ou um resultado disso. Se você estiver grávida, o estrogênio em excesso pode representar um perigo para a vida do feto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível