Como corrigir problemas de superesterçamento das rodas traseiras

Escrito por william zane | Traduzido por andré schwarz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como corrigir problemas de superesterçamento das rodas traseiras
Superesterçamento em um Toyota MR2 (fol'car image by Philippe Meignan from Fotolia.com)

O superesterçamento ocorre quando a parte de trás de um carro escorrega em direção à parte externa de uma curva. Isso ocorre porque as rodas traseiras se aderem menos ao solo, enquanto as da frente se mantêm no lugar. O subesterçamento, por sua vez, ocorre quando os pneus dianteiros escapam ao exterior da curva e os traseiros se mantêm no lugar. O ideal é que não haja nenhum dos dois, pois o subesterçamento faz diminuir a velocidade nas curvas e o superesterçamento pode ser perigoso e causar perda do controle. Para reduzir esse último, poderão ser seguidas as dicas abaixo.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Conjunto de soquetes e chave de roda
  • Ferramentas para o alinhamento de automóveis
  • Calibrador de pneus

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Calibre adequadamente os pneus, pois isso impacta grandemente o desempenho em curvas e, dependendo do grau de desajuste, pode ocorrer superesterçamento ou subesterçamento. Comece ajustando conforme a pressão recomendada pelo fabricante e, se o superesterçamento persistir, reduza em alguns pontos a pressão nos pneus dianteiros e aumente-a nos traseiros. Isso diminuirá a aderência dos primeiros e aumentará a dos últimos, que escorregarão menos.

  2. 2

    Coloque pneus mais largos e aderentes (mais macios) na parte de trás. Isso aumentará a aderência nas curvas e diminuirá o superesterçamento.

  3. 3

    Ajuste os parafusos ou troque-os. Firme-os nas rodas dianteiras e afrouxe os de trás. Uma suspensão traseira levemente arqueada geralmente diminuirá o superesterçamento se comparada a uma rígida. Se os parafusos das rodas não forem ajustáveis, troque-os por outros mais frouxos.

  4. 4

    Firme a mola e as barras estabilizadoras na parte da frente e afrouxe-as na traseira. Assim como os parafusos, elas também contribuem para a rigidez da suspensão e reduzem o esterçamento. Barras menores na traseira e maiores na dianteira reduzirão o superesterçamento e aumentarão o subesterçamento. Essas mudanças devem ser graduais para que o carro não passe a apresentar o problema contrário.

  5. 5

    Ajuste o eixo. O alinhamento impactará grandemente o desempenho da suspensão. Uma cambagem (o ângulo no qual os pneus encostam ao solo) muito acentuada nos pneus na frente aumenta o esterçamento e reduzi-la pode melhorar a situação. O balanceamento também poderá interferir: vá a uma oficina mecânica e explique o funcionamento da suspensão e o que procura obter.

  6. 6

    Aumente a suspensão na frente e diminua atrás. Quando a parte de trás se encontra mais perto do solo, o carro esterça menos e tem seu centro de gravidade diminuído.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível