on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Como fazer cortes na madeira para uma peça curvada

Atualizado em 23 março, 2017

Você pode já ter visto uma parede linda de madeira natural arredondada e se perguntado como ela foi feita. Se conhecer madeira folhada, pode até ter examinado a parede de perto, procurando por bolhas de ar resultantes do processo de revestimento. Se não encontrou nada, provavelmente está vendo uma parede feita em cortes curvos: técnica na qual sulcos são cortados na parte de trás da madeira, permitindo ela seja curvada à vontade. Esse trabalho em madeira é simples e até mesmo um iniciante é capaz de reproduzir a técnica com resultados fantásticos, usando uma serra de mesa.

O corte curvo é um ótimo truque de marceneiro (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Escolha da madeira

A técnica do corte curvo pode ser feita na maioria dos tipos de madeira, mas o uso de madeiras mais estáveis é aconselhado. Nesse caso, madeiras estáveis são aquelas em que, quando for curvada, age de maneira previsível e não resulta em curvaturas diferentes em áreas diferentes; por isso madeiras com nós e torcidas são uma má escolha.

Madeiras compensadas são ideais para essa técnica, já que o processo de laminação resulta em um produto bem estável. Além disso, você pode comprar compensados de alta qualidade com um dos lados laminado com qualquer tipo de madeira. Assim, por exemplo, poderá curvar um compensado com um laminado em madeira com nós, enquanto uma peça de maneira comum com nós jamais poderia ser curvada. O sucesso do seu corte curvo vai depender da madeira escolhida e da sua técnica.

Loading...

Cortes

Use uma serra de mesa para fazer os cortes. O cortes precisarão ser feitos perpendiculares ao eixo da curvatura da madeira. Se imaginar uma seção transversal da madeira onde vai curvá-la, essa parte deve se parecer com um pente, com a espinha intacta e diversos cortes, um do lado do outro -- normalmente, a área dos cortes tem a mesma largura da madeira intacta. Esses cortes são feitos bem próximos uns aos outros, para diminuir o raio interno da curva.

Quando menor o raio desejado, mais próximos os cortes devem ser. A profundidade desses cortes deve ser de quase toda a espessura da madeira. A madeira irá passar pela lâmina da serra e o resultado será cortes com mais ou menos a mesma espessura da madeira intacta. Esses cortes só deverão ser feitos na área da madeira que será curvada. Por exemplo, uma peça de madeira laminada de 1,2 m poderá ser curvada em um raio de 30 cm em um dos cantos; então, só o lado de trás desse canto irá receber os cortes. O resto da peça permanecerá sólido.

Gabaritos de corte

Um dos maiores desafios na técnica dos cortes curvos é fazer com que os cortes fiquem equidistantes e próximos uns dos outros, sem quebrar os dentes entre eles. Para isso, um gabarito é geralmente usado. Para se fazer o gabarito o primeiro corte precisa ser feito e, depois, o próximo corte é medido e feito usando a guia de corte da serra. Faça o gabarito com um entalhe posicionado a exatamente uma lâmina de distância da lâmina da serra. Para o próximo corte, alinhe o entalhe do gabarito com o corte imediatamente anterior e faça o corte usando a serra. Prossiga até que todos os cortes desejados sejam feitos.

Curvatura e instalação

Para instalar a peça curvada de madeira, você precisará de uma moldura onde ela se curve ao redor e se prenda. Por exemplo, se a madeira for usada em uma parede curvada, chapas superiores e inferiores serão necessárias para prender a peça de madeira. Alinhe a peça de maneira que o primeiro corte se alinhe com o começo da curvatura. Prenda usando um prego de 1,02 mm de diâmetro e um pouco de cola de madeira. Cole o resto do suporte do prego e continue curvando a madeira ao longo da curvatura da parede, prendendo-a no suporte com um prego a cada 5 cm. Essa técnica pode ser usada em diversas curvaturas.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...