Novos cortes de cabelo curto

Escrito por rebecca ford | Traduzido por nathalia antunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

Os cortes de cabelo "Pixie" e "Demi-Bob"

Novos cortes de cabelo curto
Michelle Williams é um exemplo de quem acertou no corte "pixie". Em 2011, ela teve seu estilo elogiado no tapete vermelho do Academy Awards (Jason Merritt/Getty Images Entertainment/Getty Images)

"Não tenha medo. É um corte pra você. Não tem a ver com o cabeleireiro -- tem a ver com você."

— George Amaral, cabeleireiro no Salão Mario Russo em Boston

Além de serem mundialmente famosas, Victoria Beckham, Michelle Williams, Rihanna, Pink, Carey Mulligan e Emma Watson têm pelo menos uma coisa em comum: todas elas aderiram ao cabelo curto. Atores e músicos revitalizaram os cortes "pixie" (que significa fada ou duende, em inglês), "demi-bob" e outros cortes de cabelo curto, que ficaram famosos durante as décadas de "style-heavy" (estilo pesado) do século 20. A exemplo disso, o corte "pixie" -- bem curtinho atrás e um pouco mais longo na frente -- tornou-se popular com as melindrosas dos anos 20 e foi relançado nos anos 60 pela modelo britânica Twiggy. O "demi-bob", que é usado no comprimento entre o pescoço e o ombro, foi citado pela "Vogue" como o fenômeno da beleza em 2011. A revista atribuiu à modelo Arizona Muse o lançamento desta tendência, que ocorreu quando ela dramaticamente cortou seu cabelo comprido que chegava até a cintura para este visual, em 2010. O estilo alcançou não só as passarelas da Primavera de 2011 da Prada e YSL, mas também a cabeça de celebridades como Brooklyn Decker e Alexa Chung.

Os cortes "pixie" e "demi-bob" são estilos populares para a primavera e

verão, não só por ajudar a aliviar o calor, mas também porque realçam o rosto da mulher e criam um sentimento de confiança, que o cabelo longo não consegue fazer.

"Quando a pessoa tem o cabelo comprido por muito tempo e corta bastante curto, torna tudo fresco e renovado outra vez", disse George Amaral cabeleireiro do salão de beleza Mario Russo, em Boston.

Qualquer mulher que queira mudar para um corte bem curto precisa estar preparada para escolher o modelo certo, conversar com o seu cabeleireiro e saber cuidar do visual em casa. Enquanto a maioria das mulheres já ouviu falar que o formato do seu rosto é um fator relevante na escolha do novo visual, vários especialistas enfatizam que a textura é igualmente importante quando se trata de um corte curto.

"Trabalhar com o rosto é importante, mas a textura do cabelo também é muito significativa", destacou Amaral.

Uma mulher com cabelos cacheados, por exemplo, não pode cortar tão curto, a menos que ela não tenha medo de ficar com um visual "pixie" bem curtinho, diz Amaral. Se isso acontecer, ela vai tirar completamente a ondulação do cabelo e secá-lo reto, o que consumirá mais tempo.

Quanto ao tipo de rosto, tanto os ovais, quanto os que tem forma de coração ou de diamante funcionam melhor com um modelo "pixie". No entanto, em outros formatos este mesmo corte pode parecer um pouco masculino, segundo a cabeleireira Carrie Juhasz, que é dona do Moxie Hair Studio em Putnam, Connecticut.

Quando você decide realizar um corte pequeno em comprimento, é importante encontrar o cabeleireiro certo pra fazê-lo.

"Se o seu cabeleireiro não gosta de cabelo curto e você sente que ele não é a pessoa certa pra essa ocasião, mude de profissional", disse Amaral. "Não tenha medo. É um corte pra você. Não tem a ver com o cabeleireiro -- tem a ver com você."

Amaral aconselha a se informar na recepção do salão a respeito de qual dos cabeleireiros gosta de cortar cabelo curto. Ele enfatiza que se o cabeleireiro gosta destes cortes, então é muito provável que você também vá gostar do seu.

Fazer uma pesquisa no site do salão e ler alguns trabalhos dos profissionais também pode ajudá-lo a ter uma ideia de qual deles costuma realizar este trabalho.

Assim que escolher a pessoa especializada, prepare-se para explicar-lhe exatamente o que deseja para o seu novo visual.

"A boa comunicação com seu cabeleireiro é a chave para obter o estilo que você quer", diz Nick Arrojo, proprietário e cabeleireiro chefe no Arrojo Studio, em Nova York. "Espere do seu estilista um bom comunicador, porque isso é uma parte muito importante do nosso trabalho."

Leve fotos de pessoas com um estilo semelhante ao que você está querendo. "Esses profissionais são visuais, criativos e respondem bem a um exemplo visual", diz Arrojo.

Mesmo que a foto seja de uma celebridade bem mais nova que você, não se intimide. O cabeleireiro vai se concentrar no corte e não em julgá-la.

"Se levar uma foto da Emily Watson com o corte de cabelo curto dela aos 20 anos e você tiver 40, não pense nisso como a maneira com que o profissional vai te ver", disse Amaral.

Depois de uma mudança tão dramática em grande estilo, você terá que se acostumar com a manutenção de um cabelo curto. Lembre-se de pedir conselhos do especialista antes de ir embora.

Usar produtos em excesso nos fios curtos vai com que o cabelo pareça crespo e antiquado, diz Arrojo, que sugere materiais mais leves e que ofereçam opções versáteis de penteados.

Antes de sair do salão, peça ao estilista para sugerir alguns cosméticos novos, que você possa usar para recriar o visual que ele fez. Não espere usar o que já esteve aplicando em seu cabelo no corte anterior.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível