Como criar aventuras divertidas de D&D

Escrito por chelsea hoffman Google | Traduzido por lucas borges
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como criar aventuras divertidas de D&D
Crie sua própria aventura de D&D; (the game image by CraterValley Photo from Fotolia.com)

Dungeons & Dragons (D & D) é um jogo de RPG de mesa que tem sido popular desde os anos 1970. A parte mais importante de jogar D & D é a qualidade da aventura que você está jogando. É papel de seu mestre de calabouço (MC) criar uma aventura de D&D estimulante e de qualidade para que vocês jogadores possam desfrutar do jogo sem confusão ou tédio. Saber escrever e criar uma aventura de D & D própria e divertida lhe dá a capacidade de oferecer a si mesmo como um Mestre para seus amigos.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Livro de regras principal de D & D: Guia do Mestre, Livro do Jogador, Livro dos Monstros
  • Caderno
  • Lápis

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Escreva a introdução da sua aventura. Use inspirações e fontes, incluindo notas de campanhas anteriores e material da campanha oficial, para ajudar você a criar o fundo de sua aventura, o que lhe dá a capacidade de entrelaçar histórias passadas com a nova. Em sua introdução, crie a atmosfera que você deseja transmitir. É uma missão que está cheia de perigo ou uma que parece leve, mas que prediz um perigo iminente?

  2. 2

    Crie o cenário para a aventura baseando-se em sua introdução. Por exemplo, se a sua aventura é temática, ao longo do conceito de uma guerra élfica na floresta, os seus cenários serão os bosques dos elfos. Se é uma aventura assustadora e sombria, crie um ambiente que possua uma cripta do cemitério ou outro lugar assustador adequado para seus objetivos.

  3. 3

    Crie um esboço delineando a aventura, a partir de seu início. Seus pontos de destaque irão ajudá-lo ao longo de sua narrativa. Cada um deve representar um importante item, inimigo ou aliado em sua aventura escrita. Por exemplo, no início de cada descrição da localização, você pode ter uma entrada descrevendo as possíveis localizações dos tesouros, juntamente com as tabelas de tesouro regulando-as. Dê um espaço duplo em seu esboço de modo a deixar espaço para fazer anotações para si mesmo, mais tarde, enquanto você executa a sessão.

  4. 4

    Escreva uma ficha miniatura de personagem separada para cada inimigo importante que seus jogadores encontrarão em sua aventura. Você pode simplificar isso criando uma folha para cada categoria de inimigos. Por exemplo, se seus jogadores provavelmente irão encontrar uma horda de anões irados, os anões podem compartilhar as mesmas estatísticas básicas do personagem e, simplesmente, variar a partir deles. Use suas fichas de NPC criadas adicionando-as à sua narrativa da aventura, tornando-a mais descritivas possível, incluindo elementos como a aparência física, personalidade, perspectiva de vida e habilidade e níveis de atributos.

  5. 5

    Crie dois ou mais finais alternativos para a sua aventura a fim de apimentar a experiência de jogo, mantendo o resultado desconhecido para qualquer um dos jogadores. Ao fazer isso, você pode evitar forçar os jogadores a tomarem um caminho particular através do mundo - em vez disso, crie a sua aventura, incluindo seus finais, para permitir suas ações e seus rolos, sejam bons ou ruins. Por exemplo, se um jogador estragar um segmento ou conseguir uma sequência de golpes críticos, você irá gostar de ter um final pronto no qual a equipe encontra-se derrotada no momento de seu triunfo ou ganha sucesso inimaginável frente ao desastre inevitável .

Dicas & Advertências

  • Consulte módulos publicados de Dungeons & Dragons como fontes de ideias em geral sobre como as aventuras podem ser apresentadas.
  • Use um dicionário para retocar seu vocabulário. Usar palavras diferentes em toda a sua história pode ajudar seus jogadores a ficarem interessados. Porém, não use palavras desconhecidas apenas porque você pode - use a sua leitura para complementar o seu vocabulário, não substituí-lo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível