Mais
×

Critérios para avaliar uma dramatização

A dramatização é o ato de assumir o comportamento, a identidade e os maneirismos de outra pessoa ou arquétipo a fim de apresentar as ações dele. Pode ser um evento de entretenimento ou um verdadeiro desafio para os indivíduos que assumem papéis dramaticamente diferentes de sua própria personalidade. Você pode julgar o sucesso de uma dramatização por alguns critérios específicos, focando na capacidade de um ator de se fundir com o seu papel.

A dramatização pode ser um meio efetivo de aprender sobre outras pessoas (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Entendendo um papel

Um componente crítico de sucesso para uma dramatização envolve a compreensão de um indivíduo sobre o papel que está desempenhando. Isso pode incluir conectar-se com as emoções, período de tempo, propósito ou ideais do papel. Para um indivíduo compreender um papel, ele deve compreender os acontecimentos que o moldaram e desenvolver uma compreensão de como este papel se adequa ao mundo. Por exemplo, um ator que está fazendo o papel de um advogado deve compreender a noção de profissionalismo que o papel pede, considerá-lo em audiências e no relacionamento com os clientes.

Credibilidade

Durante um evento de dramatização, é fácil para um indivíduo sobreatuar. Um ator deve misturar suas forças com os maneirismos do papel. Isso implica também a sua capacidade de agir e reagir dentro da história e, às vezes, especular sobre as respostas emocionais que o cenário exige. Como exemplo, o advogado pode manter um rosto sombrio durante a cena do tribunal, exceto quando ele descobre que uma testemunha está mentindo. Ele pode olhar para o júri com uma expressão facial que lembre compaixão, convencendo o público de que o ator está completamente consciente de seu papel.

Continuidade e fluidez

Uma conversa ocorre naturalmente entre as pessoas, com respostas seguidas rapidamente por questões ou com pausas naturais enquanto a outra pessoa pensa. Durante uma dramatização, as pessoas devem apresentar essas mesmas qualidades em suas apresentações. Um ator nunca deve deixar seu papel, mantendo suas conversas consistentes, fluidas e naturais. Por exemplo, o advogado só deve fazer uma pausa na conversa quando essa for apropriada para a cena; nesta pausa, é necessário usar seus talentos de atuação para ajudar no progresso da cena em um ritmo natural.

Interpretação

Cada ato de dramatização envolve algum grau de interpretação. Cada papel tem elementos específicos e não específicos. O ator é responsável por definir estes elementos. Preste atenção nas interpretações, veja se o ator se manteve no papel e se eram realistas. Por exemplo, a idade do advogado pode não ter sido definida, deixando que o ator a escolha. Ele pode escolher fazer um advogado mais velho mostrando mais experiência no tribunal e maneirismos mais relaxados.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article