on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Cuidados após ter colocado um piercing no umbigo

Piercings no umbigo ganharam atenção na década de 1990 e, atualmente, estão retornando. Além do típico estilo acima do umbigo, há procedimentos que perfuram os lados do umbigo, junto com a base dele. Como com qualquer piercing, os de umbigo trazem risco de infecção, rejeição, queloides e cicatrizes. Cuidar do ferimento após o procedimento ajuda a eliminar a maioria destes problemas, mas deve-se ficar de olho para detectar indicações de anormalidades.

Mantenha seu piercing de umbigo exótico cuidando dele e observando anormalidades (Pixland/Pixland/Getty Images)

Inchaço

Uma semana após colocar o piercing, o inchaço deve diminuir significativamente. Se notar que o local do piercing continua a crescer, contate seu médico. Complicações que acompanham o inchaço incluem desconforto em volta do umbigo, pele sensível e irritação, como resultado do ferimento se esfregando contra as roupas. Se o piercing estiver sendo expulso do seu buraco devido a um inchaço grande, seu corpo o está rejeitando. Contate seu médico imediatamente, se qualquer uma das situações acima acontecer.

Loading...

Dor

Durante a primeira semana pós-piercing, dor e sensibilidade são totalmente normais. Dependendo do nível da dor, você pode não conseguir se curvar ou usar roupas apertadas. Se a dor não melhorar ou continuar a piorar após uma semana, contate seu médico, pois, provavelmente, existe uma infecção no local do piercing. Infecções podem ser sérias, se entrarem na corrente sanguínea, causando numerosas complicações.

Vermelhidão / calor

Calor no local do piercing é normal nos primeiros dias, mas deve sumir brevemente. A vermelhidão também é normal durante a primeira semana, e pode vir acompanhada por um pequeno inchaço. No entanto, se o calor ou vermelhidão persistirem além da primeira semana, contate seu médico imediatamente. Esse também pode ser um indicativo de infecção, que pode ser séria.

Pus / descoloração

Um sinal claro de infecção é a presença de pus, um fluido grosso, amarelo, verde ou marrom saindo do local do piercing. Apesar de uma quantidade mínima de "casquinha" no local ser normal, secreções não são e devem ser checadas imediatamente. Além disso, se sua pele estiver descolorida, é necessário contatar seu médico imediatamente. Pele preta ao redor do piercing indica que o tecido está morrendo.

Queloides

Mesmo que queloides sejam geralmente inofensivos, eles são feios e podem causar irritação na pele ao redor do piercing. Queloides de umbigo ocorrem no local do piercing depois da pele ter se curado. Os caroços são geralmente cor de carne, mas podem aparecer vermelhos ou rosas. Ele pode ser liso ou rugoso e causar coceira enquanto cresce. Tratamento cirúrgico é, geralmente, desnecessário, já que queloides podem diminuir com o tempo. Injeções de corticoesteroides ajudarão a reduzir o tamanho de um queloide de umbigo. Em casos extremos, tratamentos com laser, crioterapia (congelamento) ou procedimentos cirúrgicos podem ser necessários para remover o crescimento. Os queloides podem causar desconforto, sensibilidade, ou irritação gerada pela fricção do piercing tocando as roupas.

Gravidez

Se você ficar grávida e tiver um piercing de umbigo, deve se preocupar com o efeito que o estiramento da barriga terá sobre ele. Felizmente, fabricantes estavam cientes desta possibilidade e criaram piercings para gravidez. Eles têm forma de banana e são muito maiores que um piercing comum. É grande o bastante para acomodar a barriga crescendo. No entanto, muitas mulheres podem achar que até mesmo ele é muito pequeno para suas barrigas. Se este for o caso, uma mulher grávida precisará contatar a loja onde fez o piercing para falar a respeito do tygon, um metal que pode ser cortado no tamanho correto para criar um piercing personalizado para a barriga em crescimento.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...