Cuidados com seu cão: Dor de estômago

Escrito por nancy clarke | Traduzido por débora faggioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cuidados com seu cão: Dor de estômago
Alguns cuidados com o seu cão podem prevenir problemas graves de saúde (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Dor de estômago em cães geralmente é um sintoma de um problema intestinal. As causas podem ser leves ou graves e, por isso, os cuidados apropriados a serem tomados com o cão poderão variar.

Se você está pensando em consultar o seu veterinário, considere estes dois tipos de sintomas de dor: se o seu cão geme, mas permite que o toque, a irritação pode ser temporária e passar sozinha, em um dia ou dois. Se o seu cão uiva repetidamente e não quer ser tocado, ligue para o seu veterinário.

Outras pessoas estão lendo

Sintomas

Um cão com problemas intestinais pode mudar a expressão e "parecer" doente, com mau humor ou inquieto. Você pode ouvir borbulhamento interno e seu cão pode uivar, rosnar, ganir ou parecer empanzinado.

Vômitos, diarreia, constipação e sangue nas fezes são sinais de desconforto gastrointestinal. Seu cão pode induzir o vômito comendo grama em uma tentativa de limpar o seu sistema digestivo. Esforçar-se para defecar com uma diarreia leve é um sinal de colite, que é comum em cães.

Causas comuns

A gastrite e a colite dolorosas podem ser causadas pela ansiedade de separação, estresse, alergias, infecção bacteriana, vermes e outros parasitas.

Intoxicação alimentar e obstruções gastrointestinais, como objetos engolidos, são outras possíveis fontes de dor de estômago em seu cão. Os alimentos que são tóxicos para cães incluem chocolate, uvas e peixes crus.

A gastrite e a colite não são problemas intestinais fatais a menos que seu cão tenha outros problemas de saúde. A toxicidade dos alimentos e os cuidados com o cão podem variar segundo as substâncias e os indivíduos.

Causas menos comuns

A dor de estômago canina também acompanha a parvovirose e a piometra, uma infecção uterina. Os problemas intestinais também podem indicar doenças do fígado, rins ou pâncreas. Os cuidados de um veterinário podem ser necessários para evitar danos graves ou fatais.

Se o seu animal demonstra dor recorrente, diarreia e outros sintomas gastrointestinais, ele pode ter doença inflamatória intestinal crônica. Esta última é marcada por crises intermitentes de colite que desaparecem e depois retornam dias, semanas ou meses mais tarde.

Colite em cães

A colite canina pode acontecer devido a uma infecção aguda ou a um alérgeno ou pode surgir cronicamente em animais com a doença inflamatória do intestino. Irritação intestinal e inchaço exercem pressão sobre as paredes dos órgãos gastrointestinais. Isso pode causar um acúmulo de gases ou fezes, resultando em flatulência ou prisão de ventre.

A colite provoca fezes mais líquidas do que o habitual e o armazenamento menos eficiente das mesmas. O esforço para eliminar as fezes pode aumentar a sensação de dor de estômago.

Tratamento

A recomendação para o cão com gastrite ou colite pode consistir simplesmente em suspender a alimentação por 24 a 48 horas, até que a substância tóxica seja liberada de seu trato intestinal. Se você suspeitar de envenenamento ou outra causa, consulte um veterinário.

Para ajudar o seu cão a se sentir melhor, você pode oferecer alimentos leves, como duas partes de arroz cozido para uma parte de queijo de baixo teor de gordura, como o cottage. Adicione carne moída cozida ou peru como fonte de proteína adicional quando a saúde do seu cão já tiver melhorado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível