Mais
×

Cuidados e manutenção da planta clívia

Atualizado em 19 julho, 2017

A clívia é conhecida por ser uma flor caseira bonita e de fácil manutenção. Ela floresce no final do outono e do inverno, então, tenha certeza de que ela iluminará qualquer casa durante os meses frios, com seus cachos de flores amarelas ou laranjas. É muito difícil matar uma clívia, mas há considerações especiais às quais você deve se atentar caso decida adicionar essa planta à decoração da sua casa.

Tenha uma clívia em casa (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Solo e luz

É importante utilizar um substrato que drene bem e seja composto de, pelo menos, 50% de matéria orgânica, como musgo ou casca de pinheiro. As misturas de orquídeas são suficientes também. O substrato necessário poderá ser encontrado na maioria das lojas de materiais de jardinagem. As raízes da clívia toleram aglomerações e crescem melhor se forem plantas próximas. Em alguns casos, elas poderão até emergir para o solo. Isso é normal e não há nada com o que se preocupar. Replante a sua clívia a cada três ou cinco anos, uma vez que ela já tenha florescido. Ao fazer isso, escolha um vaso do mesmo tamanho do antigo.

As clívias são nativas da África do Sul, onde crescem em florestas, na base das árvores. Elas prosperam na luz solar indireta ou filtrada, podendo tolerar sombra, mas isso não é o ideal. Não exponha a sua clívia à luz solar direta, pois isso poderá feri-la.

Rega e nutrição

Na floresta, a clívia tem água fresca disponível durante todo o verão e passa o inverno completamente seca. Ela prefere locais secos, então, regá-la constantemente não é necessário ou saudável. Ao regá-la, é importante molhar bem as raízes. Um substrato que permaneça molhado por muito tempo pode apodrecer as raízes e matar a sua planta. Não é necessário regá-la a cada semana, só quando o topo do solo estiver completamente seco.

As clívias não exigem muito fertilizante. Na verdade, quanto menos fertilizante, melhor para a planta. Usar um solúvel em água, mensalmente, é uma boa ideia, mas só depois que a planta tiver florescido completamente. Pare de adubá-la em meados de setembro, período em que a planta floresce.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article