Cuidados com uma rosa do deserto

Escrito por willow sidhe | Traduzido por leandro fox
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cuidados com uma rosa do deserto
A rosa do deserto é uma espécie de suculenta perene nativa das regiões tropicais da África e da Arábia

A rosa do deserto é uma espécie de suculenta perene nativa das regiões tropicais da África e da Arábia. Ela vive em climas úmidos com muitas chuvas, mas não sobrevive em locais encharcados, sendo necessário usar um solo de alta drenagem. A rosa do deserto possui um caule singular, que incha a grandes tamanhos conforme armazena água. Normalmente, é cultivada como uma planta doméstica, devido à necessidade dela por uma temperatura constante e pelas muitas flores coloridas de rosa e branco.

Outras pessoas estão lendo

Ambiente

Plante a rosa do deserto em um recipiente que possa ser facilmente transportado. Vasos de cerâmica ou terracota são ideais, pois ajudam a drenar o excesso de água. Assegure que a planta receba luz solar direta todos os dias para melhorar o crescimento dela. Cultive-a em um solo de alta drenagem, composto por duas partes de barro e uma parte de areia grossa. A rosa do deserto é extremamente sensível ao apodrecimento das raízes e qualquer água parada ou umidade excessiva pode provocar a morte da planta.

Regando e fertilizando

Regue a rosa do deserto diariamente durante o verão. A areia colocada na terra garante que não exista retenção de água, evitando que as raízes apodreçam. Molhe apenas de três a quatro vezes na semana, em tempo nublado ou frio e também na primavera e no outono. Alimente diariamente com um fertilizante equilibrado NPK 10-10-10 durante os meses de primavera e verão. Aplique metade da dose recomendada pelo fabricante.

Cuidados no inverno

Leve a rosa do deserto para dentro de casa durante o inverno ou sempre que a temperatura ficar abaixo de quatro graus. Regue apenas duas vezes por semana e alimente uma vez por mês com um fertilizante de liberação lenta. Mantenha a planta dentro de casa até o fim das geadas de primavera. Continue trazendo-a para casa durante a noite até que a temperatura externa fique por volta dos dez graus.

Sinais de perigo

Remova qualquer área carnuda ou murcha da planta sempre que possível. Elas indicam apodrecimento das raízes e podem causar a morte da planta se você permitir que se espalhem. Após algumas semanas, a ferida cura e o crescimento volta ao normal. O caule fica levemente macio quando a planta está precisando de água, mas não confunda com o apodrecimento das raízes, pois ele, normalmente, atinge uma pequena parte do caule e depois se espalha lentamente até cobrir uma parte maior.

Agentes de controle de pragas

As rosas do deserto são, por vezes, atormentadas por ácaros, insetos e cochonilhas. Usando uma forte rajada de água é possível desalojar ácaros e cochonilhas, mas um sabão inseticida pode ser necessário para grandes populações de insetos. Esta planta é sensível àqueles que sejam fabricados à base de óleo, pois danificam a folhagem dela. Use um sabão inseticida instantâneo e sature a folhagem da planta com este produto. Repita a aplicação em aproximadamente uma semana, se os insetos ainda estiverem vivos. Aplique-o em um dia nublado ou à noite e quando as temperaturas estiverem abaixo dos 90 graus.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível