Cuidados ao transplantar uma samambaia

Escrito por sue mccarty | Traduzido por patricia guido
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cuidados ao transplantar uma samambaia
As samambaias são plantas muito resistentes (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Luminosas e arejadas, as samambaias adicionam um ponto de graciosidade e exuberância em qualquer casa ou jardim. Mais resistentes do que parecem, elas precisam de baixa manutenção e são propensas a menos doenças e pouco incomodadas com pragas. De acordo com a Sociedade Nacional das Samambaias (nos Estados Unidos), elas têm prosperado a milhões de anos, e há cerca de 12 mil espécies registradas em todo o mundo. O transplante de samambaias domésticas ou as que ficam ao ar livre é relativamente fácil.

Transplantando samambaias domésticas

Como muitas plantas domésticas, as samambaias em vasos podem crescer e prosperar como parte do seu jardim. Para alguns amantes de plantas, dar uma nova casa a uma planta cheia de raízes que está em um vaso é melhor do que simplesmente dividi-la e replantá-las para que continuem vivendo dentro de casa. Para acostumar a planta com a mudança, coloque-a do lado de fora em uma área com sombra por uma semana antes de transplantá-la e verifique diariamente suas alterações. A melhor época para transplantar uma samambaia doméstica é na primavera depois de passar qualquer perigo de geada. Escolha um local que esteja parcialmente ou completamente na sombra e que tenha uma boa drenagem (canteiros elevados são ótimos), adicione um pouco de solo arenoso no fundo do buraco para ajudar a arejar a planta.

Para remover a samambaia do vaso, regue-a bem e deixe-a escorrer por alguns minutos. Coloque seus dedos em sua base, abaixo do solo, de modo que não rasgue as folhas, e empurre-a para fora do vaso. A planta deverá sair facilmente. Coloque toda raiz dentro do canteiro e encha com uma mistura de terra para vaso e para plantio.

Adicione um pouco de fertilizante no local somente depois de transplantá-la, mas mantenha o canteiro bem regado ao longo da primeira estação.

Transplantando samambaias ao ar livre

Ao contrário do transplante das plantas domésticas, as samambaias maduras que ficam ao ar livre precisam ser divididas e/ou transplantadas no final do outono, depois da primeira geada, para que possam estabelecer novas raízes antes do solo congelar. Se o terreno parece seco, regue em torno das plantas na noite anterior ao transplante.

Quando for mudar a samambaia inteira, afrouxe a terra ao redor da planta e a sua base com um forcado ou com uma pá, dependendo do tamanho da planta. Retire o máximo de raiz e do solo original e mude-a para o novo canteiro.

Para dividir uma samambaia, afrouxe e retire a planta e sua raiz do canteiro. Use uma faca afiada ou uma pá de jardim, reduza a planta pela metade ou para um quarto dela até o tamanho que deseja. Cortar as raízes de uma samambaia madura vai fazer menos mal do que rasgá-las com a mão. Transplante-as para os lugares preparados. Não é preciso adicionar fertilizante quando forem transplantadas no outono.

Dicas para o transplante

Como em qualquer tipo de transplante, lembre-se de replantá-la em uma área com sombra parcial ou total. Prepare e regue a terra do novo lugar e sempre cave um buraco do tamanho ou maior que a raiz pois assim é fácil de ser administrado. Isso vai diminuir o choque ou estresse da planta.

A melhor época para transplantar os dois tipos de samambaias é durante um dia nublado ou à noite, um pouco antes do pôr do sol.

O espaçamento entre as plantas depende do tamanho e da espécie de samambaia. As recomendações podem ser encontradas em um viveiro de plantas locais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível