Cuidando dos dentes de um filhote de labrador

Escrito por cate burnette | Traduzido por mark borst
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cuidando dos dentes de um filhote de labrador
Labrador (Comstock/Comstock/Getty Images)

Assim como nos seres humanos, os dentes são uma parte importante da anatomia do filhote de Labrador. Não são necessários apenas para comer e digestão, sendo também uma forma de proteção e servem para manter a umidade da língua. A condição dos dentes de leite podem indicar a saúde do filhote como um todo. Dentes saudáveis​​, bem posicionados, muitas vezes significam um filhote saudável.

Outras pessoas estão lendo

A razão

A maioria dos veterinários verificará os dentes de um cachorro sempre que examiná-los. Um filhote de labrador geralmente desenvolve o que é chamado de mordida "tesoura" -- os dentes superiores sobrepõem os dentes inferiores, bem próximos. Se, por algum motivo, a mordida for perturbada, o filhote pode não ser capaz de mastigar e digerir a comida adequadamente. Dentes marrons, escurecidos, podem significar que o cachorro teve alguma doença e foi tratado com antibióticos. Veterinários também procurarão tártaro e gengivite. O desenvolvimento precoce dessas doenças pode levar à infecção bacteriana e até mesmo a doenças cardíacas no filhote. Quando os dentes permanentes nascem, o veterinário também deve verificar se há dentes de leite ainda presentes -- os dentes do filhote cujas raízes não são reabsorvidas e permanecem no local. Estes dentes retidos podem alterar a conformação da boca de um labrador adolescente e levar a problemas de mordida e doença periodontal.

Tipos e funções

Filhotes de labrador, ou um bebê, começarão a mostrar a sua arcada dentária de dentes de leitede de três a quatro semanas antes do desmame começar. Eles têm seis incisivos, dois caninos e seis pré-molares, tanto no maxilar superior (maxila) como no inferior (mandíbula). iOs incisivos são encontrados no meio do maxilar superior e inferior, e são utilizados para roer. Os caninos são os dentes pontiagudos longos ao lado dos incisivos. Eles são usados ​​para rasgar e puxar carne. Os três pré-molares estão por trás dos caninos em todos os quatro cantos da boca e são usados ​​para mastigar. Os filhotes de labrador não desenvolverão molares até a fase adulta, ou permanente, quando os dentes começam a surgir.

Características

Os dentes de leite de um filhote de cachorro têm raízes mais curtas que são reabsorvidas enquanto a idade do cachorro avança, e os dentes permanentes começam a entrar em erupção. Os incisivos de um labrador e os dentes caninos possuem uma única raiz, e as raízes dos caninos são muito maiores do que qualquer outro na boca. Os pré-molares têm 1-3 raízes, e os dentes molares emergentes terão três raízes e serão muito maiores em tamanho.

Período de tempo

Os filhotes nascem sem dentes, principalmente para proteger os mamilos da mãe de mordidas e picadas. Dentro de três a quatro semanas após o nascimento, os dentes de leite vão começar a aparecer. Durante este tempo, o cachorro labrador vai começar a mastigar e abocanhar em sua ninhada. Em cerca de 13 a 16 semanas de idade, os dentes maduros começam a entrar em erupção, empurrando os dentes de leite da boca. Os proprietários podem encontrar esses dentes de leite no chão ou na cama de cachorro, mas, na maioria das vezes, o cachorro simplesmente engole. Isso não é motivo para alarme, porque passam facilmente através do sistema digestivo. Todos os 42 dentes do adulto devem irromper totalmente entre os sete a nove meses de idade.

Considerações

É importante lembrar que, durante o período de dentição, o cachorro mastigará e abocanhará qualquer coisa que se sinta confortável para aliviar a dor em suas gengivas. Imsto é particularmente verdadeiro para labradores, porque, como cães de caça, eles são criados para ter bocas especialmente sensíveis para carregar a presa, sem prejudicar a carne. Os veterinários recomendam frequentemente os proprietários a fornecerem ao filhote em crescimento um osso de brinquedo macio, sintético ou de mastigar para desencorajar a mastigação em móveis ou sapatos. Os ossos de animais não são recomendados porque os de carne bovina pode quebrar os dentes adultos emergentes e os de frango ou peru, muitas vezes, se separaram e entram como cacos afiados para o estômago e o trato intestinal.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível