Como cuidar dos filhos dele: lidando com os enteados

Escrito por ehow contributor | Traduzido por raquel l. pontes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como cuidar dos filhos dele: lidando com os enteados
Lidar com os filhos dele pode ser difícil (Comstock/Comstock/Getty Images)

Se estiver saindo com um homem ou se for casada e ele tiver filhos de um casamento anterior, cedo ou tarde surgirão questões com as quais você terá de lidar. Por ser alguém de fora, nem sempre é fácil ser calorosa ou acolhedora com crianças e adolescentes exigentes que se comportam de maneira difícil e podem não querer você por perto. Se não gostarem de você, os filhos podem sabotar o relacionamento. Aqui vão algumas dicas sobre como aprender a lidar com o conflito e se dar bem.

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Esteja interessada no que as crianças têm a dizer. Crianças pequenas geralmente aceitam a maioria das pessoas, embora elas possam ser manhosas no começo. Assim que as conhecer, peça para ver o quarto delas, seu brinquedo favorito ou leia uma história. A atenção sincera eventualmente conquistará os pequenos. Ofereça recompensas positivas pelo bom comportamento. O sorvete que elas querem pode ser uma possibilidade se houver bom comportamento no mercado.

    Se quiser se conectar com uma criança em idade escolar, não faça perguntas do tipo "Como foi a escola hoje?" ou "O que você fez na escola hoje?". Você receberá respostas de uma palavra como "Bem" ou "Nada". Ao invés disso, faça perguntas em aberto. "Então, alguém fez alguma besteira na escola hoje?" ou "Com quem você brincou hoje?" e pergunte se a criança gosta dessa pessoa. Aprenda sobre videogames e pergunte quais são os favoritos dela. Sente-se e brinque. Se as crianças acharem que você está realmente interessada, elas falarão. Ofereça ajuda com a lição de casa, mas não insista. Recompensas por comportamentos respeitosos e tarefas cumpridas podem ser tempo para assistir televisão, um passeio ao shopping ou um videogame.

  2. 2

    Adolescentes precisam de muita atenção. Dar-se bem com os filhos dele pode ser difícil, especialmente se eles forem adolescentes. Eles têm mãe e não pretendem deixar que você tome o lugar dela. Se o pai estiver solteiro há bastante tempo, eles já passaram por isso. O pai traz para casa alguma mulher e espera que os filhos gostem e se deem bem com ela. Eles fazem refeições com ela, saem de férias e, de repente, ela some e outra mulher aparece em seu lugar. E é por isso que adolescentes não deixarão você se aproximar com tanta facilidade. Eles suspeitarão de suas razões. Você precisa conquistar sua confiança e amizade, e isso leva tempo. Aprenda a ignorar o mau comportamento, viradas de olhos e outras expressões de exasperação. Você precisa lidar com desrespeito, grosseria, falta de educação, chiliques e, possivelmente, um comportamento paterno relapso por parte dele. Diga a um adolescente que você falará com ele quando ele estiver calmo. Afaste-se de gritarias e xingamentos. Faça uso do carro e de outros privilégios especiais dependendo da atitude respeitosa e obediência às regras da casa por parte do adolescente. Aprenda a lidar de maneira calma com conflitos, porque muitas vezes o homem não quer ter que lidar com isso. Ele apenas desejará que o problema desapareça, e você sabe que ele não se livrará das crianças antes de se livrar de você, mesmo que você não tenha sido a causa inicial do conflito.

  3. 3

    Equilibre suas necessidades com as necessidades das crianças. Você precisará estar atenta para suas necessidades e as necessidades das crianças e saber que nem sempre as coisas podem ser do seu jeito, embora também não precise se tornar um capacho para as crianças dele. Tome algumas lições sobre paternidade e maternidade ou leia alguns livros sobre o assunto. Há muitas informações sobre isto para ler na internet. Você também pode fazer essas aulas on-line. Livros sobre esse assunto estão disponíveis em bibliotecas públicas. Se não gostar de ler, use audiolivros. Há muitos grupos gratuitos de apoio a famílias misturadas. Verifique os parques de recreação locais também. Ao menos fale com um amigo de confiança para obter uma perspectiva diferente de pensamento.

  4. 4

    Quando as coisas se descontrolarem, procure ajuda profissional. Saiba quando procurar ajuda. Se as suas discussões andam em círculos, você está discutindo sobre os mesmos problemas todos os dias. Se suas discussões terminam em gritarias ou portas batidas, você precisa de ajuda profissional. Se não puder pagar, procure serviços comunitários, peça recomendações ao seu médico ou entre em contato com a agência de serviços sociais local. Às vezes, o conselheiro da escola pode intervir por você. Saiba que você não está sozinha. Junte-se a um grupo de apoio para madrastas e padrastos.

Dicas & Advertências

  • Leituras recomendadas:
  • O livro de Elizabeth Pantley, "The no-cry discipline", é prático e possui muitas dicas para soluções rápidas de problemas.
  • "Get out of my life, but first could you drive me & cheryl to the mall: a parent's guide to the new teenager", de Anthony E. Wolf, é bom para lidar com adolescentes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível