Mais
×

Como cuidar de um gato com hipoplasia cerebelar

Atualizado em 20 julho, 2017

A hipoplasia cerebelar é uma doença neurológica felina na qual os filhotes nascem com um cerebelo subdesenvolvido -- a parte do cérebro que controla o equilíbrio, os músculos e a coordenação. A doença é permanente e não pode ser tratada, mas geralmente não oferece risco de morte. A gravidade vai de muito leve a extrema. Os gatos portadores têm problemas de equilíbrio e de controle muscular, o que pode afetar suas habilidades de andar, correr e pular. Cuidar de gatos com hipoplasia cerebelar requer atenção e preparação, mas donos conscientes podem ajudá-los a ter uma vida longa e saudável.

Instruções

Um diagnóstico precoce e preciso de hipoplasia cerebelar é importante (pelinbahar/stock.xchng, chemtec/stock.xchng, johnnyberg/stock.xchng)
  1. Leve seu gato ao veterinário para que ele seja devidamente diagnosticado. É importante descartar outras doenças neurológicas que tenham sintomas parecidos.

  2. Assegure-se de colocar a caixa de areia no chão e em uma área que não requeira que o animal pule ou passe por obstáculos para alcançá-la. Ocasionalmente, gatos com hipoplasia cerebelar terão dificuldades em utilizar a caixa de areia sem se sujar, pois eles tremem e podem cair. Se for o caso, verifique constantemente se seu gato não sujou o pelo e lave-o quando necessário.

    Coloque a caixa de areia do gato no nível do chão e sem obstáculos por perto
  3. Assegure-se de colocar a travessa de alimento no chão e em uma área livre de obstáculos. Às vezes, gatos com essa condição podem fazer uma bagunça na hora de comer. Utilize uma travessa pesada ou ancore-a ao chão ou a outro objeto próximo.

  4. Instale uma rampa para ajudá-lo a subir em móveis como colchões, cadeiras ou camas. Não o deixe sozinho em áreas onde ele possa tentar subir em móveis sem sua ajuda, pois ele pode cair e se machucar.

  5. Assegure-se de que ele faça exercícios supervisionados para manter os músculos fortes. Um ponteiro a laser ou uma bola são ótimas escolhas para brincadeiras e podem ser comprados em qualquer loja de animais.

    Exercite seu gato para que ele mantenha os músculos fortes
  6. Alimente seu gato com uma dieta rica em proteínas e vegetais naturais. Isso o ajudará a se manter forte, com músculos tonificados. É importante não deixar seu gato acima do peso, pois a tensão em suas pernas fará com que ele se mova com dificuldade.

Dicas

  • Leve seu gato regularmente ao veterinário para monitorar sua condição e assegurar seu bem-estar.
  • Não corte as unhas do gato, pois ele dependerá muito delas quando correr ou subir em objetos.
  • Não o deixe sem supervisão por longos períodos.
  • Não deixe outros gatos agressivos atormentarem e perseguirem o seu, pois ele será incapaz de se defender.

Aviso

  • É indispensável que gatos com hipoplasia cerebelar recebam um diagnóstico o quanto antes. Muitos gatos são eutanasiados desnecessariamente porque os criadores e veterinários não estão familiarizados com a condição e acham que há risco de morte. É crucial procurar um veterinário com conhecimento sobre a doença.
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article