Mais
×

Como cuidar de uma jibóia filhote

Atualizado em 21 novembro, 2016

As jiboias são cobras de grande porte nativas da América do Sul e Central. São animais de estimação populares e muitas vezes os filhotes são vendidos para criadores em pet shops. As jiboias jovens podem ter apenas de 30 a 60 cm de comprimento, mas podem atingir comprimentos de 1,8 a 3,6 m quando adultas, dependendo do sexo e do local. Para prosperar em cativeiro como animais de estimação, esta espécie precisa de cuidados adequados e um ambiente bem conservado.

Instruções

As jiboias são ótimos animais de estimação, mas não ficam pequenos por muito tempo (pet boa image by Tracy Martinez from Fotolia.com)
  1. Organize o habitat da jiboia filhote. Ela não vai precisar de um terrário maior até crescer e um recipiente de caixa plástica com furos e ventilação irá fornecer a umidade ideal e uma sensação de segurança para a cobra. Coloque o substrato no fundo do abrigo, adicione um prato de água suficientemente grande para que a cobra possa beber e coloque um bloco de calor do outro lado do recipiente. Isso irá criar um lado fresco e um outro quente, ou gradiente térmico, permitindo que a cobra possa mudar de posição para refrescar-se ou aquecer-se à vontade.

  2. Observe os níveis de temperatura e umidade no local usando hidrômetro e termômetro. Isto irá assegurar que o terrário proporcionará um habitat apropriado antes de introduzir a cobra. A fonte de calor poderá ter que ser ligada a um termostato, afim de regular a sua temperatura. Temperaturas adequadas para criar uma jiboia filhote são por volta de 26 ºC, com umidade entre 65 e 70%.

  3. Adquira um filhote de jiboia.

  4. Deixe o animal sozinho por alguns dias depois de trazê-lo para casa, para não estressá-lo. Por mais tentador que seja, evite perturbar o animal tentando alimentá-lo ou o manejando. Este período de aclimatação também lhe dá tempo para observar a serpente e detectar quaisquer sinais de doença.

  5. Depois de alguns dias, alimente a cobra com uma presa de tamanho adequado, na maioria das vezes um rato pequeno - ou um neonato de rato - não maior do que a parte mais grossa da cobra. Para fazer isso, deixe a presa se descongelar à temperatura ambiente e, em seguida, molhe-a em água quente, pouco antes de oferecer para a jiboia, usando pinças.

  6. Alimente a serpente de cinco a sete dias e sempre garanta que ela tenha água fresca e limpa.

  7. Desinfete o recipiente com clorexidina semanalmente ou sempre que a cobra defecar. Este equipamento inodora, utilizado por muitos veterinários, deve ser lavado após a limpeza. Se clorexidina não estiver disponível, água e sabão servirão. Troque o substrato por um novo se você optar por folhas de jornal ou papel, que sujam com facilidade. Se o que você usa são pedaços de madeira, ele só precisa ser limpo semanalmente e substituído a cada dois meses.

Dicas

  • Reptile Rescue aconselha comprar seu réptil de um criador, ao invés de comprar em um pet shop. Criadores devem ser capazes de lhe informar a idade exata de seu animal e fornecer registros de alimentação. Jiboias criadas em cativeiro são menos propensas a sofrer de doenças ou parasitas que as capturadas na natureza, afirma Reptile Rescue.

Aviso

  • Dependendo das subespécies e de gênero, os filhotes de jiboia vão crescer bastante, pois adultos de grande porte podem medir de 1,8 a 3,6 metros de comprimento. Possuir um animal destes representa um grande compromisso que alguns proprietários não possuem quando descobrem, por exemplo, que não conseguem lidar com as cobras quando atingem o tamanho máximo. Tenha em mente que uma jiboia cresce até um tamanho grande e vai precisar de grandes presas para se alimentar quando adultas.

O que você precisa

  • Recipiente com orifícios e uma tampa
  • Prato de água
  • Toalha de papel
  • Bloco de calor
  • Pinças
  • Termômetro
  • Higrômetro
  • Termostato (opcional)
  • Ratos congelados
  • Higienizador de clorexidina
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article