Mais
×

Como cuidar de um singônio

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O singônio (Syngonium podophyllum) possui folhas verde-esbranquiçadas com forma de uma ponta de flecha. Nativa da América Central e México, ela é sensível ao frio e é melhor cultivada como uma planta de interior. Com os cuidados apropriados, o singônio pode crescer por muitos anos. Ele pode ser cultivado em um cesto pendurado, em prateleiras ou em vasos sobre a mesa ou em janelas.

Instruções

  1. Coloque a planta em uma janela onde receberá luz solar indireta, mas intensa. O ideal é uma janela em direção ao leste, norte ou oeste.

  2. Mantenha a temperatura ambiente entre 15 e 29° C com umidade moderada. Encha a bandeja de drenagem com cascalhos e coloque-a debaixo do vaso para reter o excesso de água ao regar e fornecer umidade ao redor da planta.

  3. Regue-a bem quando a terra estiver um pouco úmida, 2,5 cm abaixo da superfície. Coloque um dedo na terra nessa extensão para testá-la antes de regar.

  4. Adube o singônio com um adubo de composição 10-10-10 de potássio-fósforo-nitrogênio diluído pela metade a cada dois meses durante a primavera e verão. Durante o outono e inverno, evite adubar, pois a planta estará em fase de repouso.

  5. Transplante-a para outro vaso apenas na primavera com um meio de plantio feito com uma parte de areia grossa, duas partes de húmus, duas partes de turfa e uma parte de adubo de cobertura quando a planta crescer além do vaso. Use uma estaca de suporte no recipiente para ela escalar, se desejar que cresça para cima ao invés de ficar pendurada.

  6. Corte os caules até a primeira folha verde quando as elas ficarem marrons e morrerem. Alguns caules crescerão sem folhas. Esses são conhecidos como "brotos secundários" e devem ser cortados na terra.

O que você precisa

  • Bandeja de drenagem
  • Cascalho
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article