Como cultivar musgo para seu jardim

Escrito por jolene hansen | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como cultivar musgo para seu jardim
Os jardins tradicionais japoneses contam com grandes extensões de musgo (RobertCrum/iStock/Getty Images)

Algumas donas de casa odeiam a presença de musgos (do grupo das briófitas) entre a grama e no meio do jardim, mas os amantes de musgo até comemoram quando os veem. Inspirados pelos serenos jardins japoneses e gramados europeus históricos, quem cultiva musgo cede espaço e incentiva o crescimento dessa espécie de planta. Os musgos englobam muitas famílias de plantas e até milhares de espécies, algumas sendo nativas de certas regiões. Ao balancear as espécies nativas com informações básicas sobre esse tipo de planta, você pode cultivar seu próprio musgo — no jardim ou dentro de casa.

Por que o musgo é tão especial?

Além de suas cores vivas e texturas aveludadas, os musgos se destacam das outras plantas de formas básicas. Os verdadeiros musgos são formas primitivas de plantas, sem raízes nem sistemas vasculares. Diferente da maioria das plantas, o musgo absorve a umidade e os nutrientes acima dele e os extrai de baixo, como pavios, enquanto se mantém no lugar por estruturas semelhantes a fios conhecidas como rizoides.

Ao contrário do que aponta a cultura popular, os musgos não sufocam a grama. Em vez disso, eles se estabelecem em regiões mais complicadas, onde a grama não consegue prosperar. Estimular condições propícias para o musgo dá a essa planta exuberante uma vantagem sobre as outras.

Algumas estufas oferecem musgos verdadeiros, mas a maioria raramente os têm à venda. As espécies perenes vendidas nesses lugares são apenas chamadas de musgo. Para jardins de musgo verdadeiros, é preciso deixar de lado essas espécies perenes, buscando musgos que cresçam naturalmente em sua região.

Como cultivar musgo para seu jardim
Alguns musgos crescem bem entre pedras lisas (Getty Images)

Imitando as condições ideais

Os musgos adoram condições que muitas outras plantas odeiam. Um solo consistentemente úmido, mal drenado, compactado e ácido é o sonho de qualquer pessoa que goste de musgo. Algumas espécies toleram o sol com muita umidade e outras, as desérticas, toleram seca extensa, mas as mais comuns preferem um solo úmido, em um local com sombra média ou densa, onde poucas plantas compitam com elas.

Se o musgo já cresce em seu jardim ou quintal, é fácil cultivar mais. Deixe que ele se espalhe sozinho ou remova a grama e as outras plantas para acelerar o processo. Se não houver muito musgo natural, poucos passos são suficientes para encorajar seu crescimento.

Os musgos preferem solo ácido, com um pH próximo de 5,5 ou mais baixo — um nível que tende a prejudicar gramas e ervas-daninhas. Se um teste de solo apresentar níveis mais altos de pH, siga as recomendações do teste para reduzi-lo. Por exemplo, espalhe 500 gramas de enxofre a cada 9 m² para reduzir o pH em 1 unidade. Use roupas protetoras, incluindo luvas e óculos, e aplique o enxofre no solo.

Como cultivar musgo para seu jardim
Os musgos que crescem em córregos precisam de mais umidade no jardim (plusphoto/iStock/Getty Images)

Transplantando o musgo nativo

Muitos musgos podem ser facilmente transplantados de seus habitats naturais. Alguns se soltam como um tapete e são realocados perfeitamente. Conheça as leis locais e nunca retire musgo de espaços públicos ou privados sem autorização.

Quando estiver procurando musgo para seu jardim, procure por condições similares às suas. Identificar musgos pode ser difícil — até para especialistas no assunto —, então não se preocupe com a espécie. Musgos de áreas úmidas e baixas requerem jardins mais úmidos do que os que crescem em troncos de árvore ou em regiões mais secas e altas. Imitar o habitat natural resulta em musgo saudável e menos manutenção.

Os musgos têm duas formas básicas: os de carpete e os amontoados. Pedaços com 30 ou 40 cm de lado são transplantados mais facilmente, pois secam mais devagar, mas musgos de qualquer tamanho servem. Insira uma pá ou faca longa por baixo do musgo e levante delicadamente. Coloque os pedaços onde quiser plantá-los e pressione-os firmemente no lugar. Transplante o musgo durante a temporada de chuvas de sua região, quando a precipitação natural ajuda a mantê-lo mais úmido.

Como cultivar musgo para seu jardim
Alguns musgos crescem em amontoados arredondados (Getty Images)

Cuidando dos jardins de musgo

O musgo recém-transplantado precisa ser regado regularmente durante o primeiro ano. Regue-o sempre que o solo secar, inclusive nos meses de inverno. Os musgos são muito sensíveis a fertilizantes, que também encorajam o crescimento da grama e de ervas-daninhas. Mantenha o pH do solo em um nível adequado e evite fertilizantes extras.

Os musgos que crescem naturalmente precisam de poucos cuidados. Retire do jardim folhas caídas e outros detritos que possam bloquear a luz e sufocar os musgos. Junte as folhas delicadamente com um ancinho ou use um soprador de folhas. Se pequenas mudas de árvores ou de outras plantas aparecerem, corte-as no nível do solo. Puxá-las pela raiz pode deslocar o musgo.

Os musgos são resistentes e resilientes, mas não toleram muito movimento sobre eles. Camadas grossas de musgo levam anos para se estabelecer e se espalhar. Utilize pedras em lugares estratégicos para criar calçadas por onde caminhar e proteger o musgo.

Como cultivar musgo para seu jardim
O musgo, depois de estabelecido, precisa de poucos cuidados (Sarah Franklin/iStock/Getty Images)

Expressando seu lado artístico

Os musgos de jardim não se limitam a superfícies horizontais. Você pode recriar o visual de paredes antigas, fazer "pinturas" de musgo ou cobrir vasos com uma camada viva de cor. Embora pequenos pedaços de musgo possam ser transplantados dentro de pequenas rachaduras de pedra, uma mistura de musgo e água ajuda a iniciar jardins e outros projetos com musgo rapidamente.

Misture partes iguais de musgo e água em um liquidificador comum para formar uma lama grossa. Acrescente mais musgo para engrossar a mistura, se necessário, depois pinte ou espalhe-a nas superfícies que quiser cobrir. Para vasos de argila e rochas, adicione 3 partes de argila para cada parte de fertilizante com emulsão de peixe para deixar a superfície mais aderente.

Borrife os projetos com musgo regularmente, para que eles fiquem frescos e verdes enquanto o musgo se estabelece na superfície. Não use uma mangueira para isso, pois o musgo novo pode se deslocar facilmente em superfícies verticais.

Como cultivar musgo para seu jardim
Cubra vasos ou outras superfícies com misturas de musgo (yotrak/iStock/Getty Images)

Cultivando musgo dentro de casa

Os musgos prosperam dentro de casa se tiverem condições adequadas. As mesmas regras básicas de cuidado se aplicam aqui, e baixos níveis de luz são bem-vindos. Coloque o musgo em volta de bulbos, deixe-os cobrir o solo de vasos ou crie jardins de musgo ou terrários em miniatura.

O musgo é sensível à poluição. Substâncias químicas e sais amaciantes na água da torneira atacam essas sensibilidades. Regue o musgo com água de osmose reversa, água destilada ou água da chuva sempre que possível. No mínimo, deixe a água da torneira descansar durante a noite antes de usá-la.

Os musgos crescem dentro de casa nas mesmas superfícies daqueles plantados na rua, incluindo pedras, galhos, areia e solo. Quando o musgo fica sem água, as cores ficam mais opacas e as texturas agradáveis diminuem. Borrife e regue o musgo regularmente para mantê-los vibrantes e macios. Leve-os para um ambiente externo quando quiser.

Como cultivar musgo para seu jardim
Os musgos servem como cobertura de solo para vasos dentro de casa (daffodilred/iStock/Getty Images)
Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível