Como curar cistos ovarianos e fibrose uterina

Escrito por jordan meyers | Traduzido por amanda nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como curar cistos ovarianos e fibrose uterina
Cistos ovarianos e fibrose uterina são dois problemas que comumente afetam as mulheres (Keith Brofsky/Photodisc/Getty Images)

Cistos ovarianos e fibrose uterina são dois problemas que comumente afetam as mulheres. Em muitos casos, eles podem sumir por conta própria, sem a necessidade de tratamento. Contudo, eles podem causar dor e outros sintomas, especialmente se estiverem muito grandes. Em tais casos, pode ser do interesse de uma mulher procurar por tratamento ou cura.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Trate os cistos ovarianos

  1. 1

    Consulte seu médico para um diagnóstico. Cistos ovarianos são sacos que se formam no ovário de uma mulher e são normalmente preenchidos com líquido. Contudo, alguns cistos são sólidos, parcialmente sólidos ou preenchidos com dentes e outros tecidos.

  2. 2

    Caso você esteja em seus anos férteis, não possua sintomas e o cisto diagnosticado seja preenchido com líquido, espere algumas semanas (com a permissão de seu médico) para observar se seu cisto ovariano irá diminuir ou sumir por conta própria. De acordo com o "WomenHealth.gov", alguns cistos podem sumir por conta própria dentro de algumas semanas ou meses. Contudo, eles podem reaparecer a qualquer hora.

  3. 3

    Faça uma laparoscopia, que envolve remover o cisto através de uma pequena incisão próxima ao umbigo. Esse tratamento pode ser usado para cistos menores que não encolhem sozinhos como também para aqueles que sejam parcialmente sólidos ou sólidos.

  4. 4

    Opte por uma laparotomia para um cisto maior e para aqueles que possam ser cancerígenos. Esse tratamento envolve expulsar o cisto através de cortes maiores no abdômen.

  5. 5

    Tenha seus ovários removidos para uma cura permanente. Esse é o único jeito de se livrar dos cistos ovarianos permanentemente.

    Trate a fibrose uterina

  1. 1

    Vá para seu médico para determinar se você tem fibrose. A fibrose é um crescimento benigno que se desenvolve na parede do útero de uma mulher (não cancerígenos).

  2. 2

    Considere esperar caso sua fibrose não esteja causando sintomas perturbadores, tais como sangramento e dor. Isso requer esperar que sua fibrose diminua por conta própria quando você atingir a menopausa e seus níveis de hormônios estiverem diferentes.

  3. 3

    Peça para seu médico prescrever hormônios para tentar diminuir sua fibrose.

  4. 4

    Se submeta a miomectomia, uma opção cirúrgica que remove a fibrose mas deixa seu útero no lugar. Isso preservará sua fertilidade

  5. 5

    Escolha miólise para se livrar da fibrose uterina. A miólise faz uso da corrente elétrica para destruí-lo.

  6. 6

    Tente a ablação endometrial. Se você escolher esse tratamento, seu médico irá usar o calor, a energia das microondas ou a eletricidade para destruir o revestimento do seu útero como também qualquer fibrose na parede uterina.

  7. 7

    Selecione a embolização da artéria uterina como seu método de tratamento. Esse tratamento envolve cortar o fluxo de sangue da fibrose, para que o crescimento não seja possível,

  8. 8

    Faça uma histerectomia, uma operação para remover seu útero. Esse é o único método permanente de cura da fibrose uterina.

Dicas & Advertências

  • Pergunte ao seu médico o que ele irá fazer se descobrir um tecido do tipo cancerígeno durante sua laparotomia. Seu médico pode precisar remover seus ovários, útero e tecidos corporais se o cisto estiver ligado a eles ou aparentar ser cancerígeno.
  • Permaneça positiva se seu médico precisar remover um cisto ovariano e verificar a presença de células cancerígenas. De acordo com a Clínica Mayo, a maior parte dos cistos ovarianos são benignos.
  • Nunca ignore a dor e o sangramento pesado. Eles podem ser sintomas de condições ameaçadoras a vida. Veja seu médico o mais rápido possível.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível