Como dar entrada na aposentadoria?

Escrito por érica frança
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como dar entrada na aposentadoria?
É preciso agendar atendimento na Previdência para dar entrada à aposentadoria (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Trabalhadores se dedicam anos a fio ao serviço, em busca de alcançar seus sonhos e objetivos e garantir uma vida digna aos filhos. E todos anseiam chegar à aposentadoria com saúde e disposição para aproveitar os anos de tranquilidade. Mas, para curtir o período pós-trabalho, é preciso primeiro se aposentar. Para isso, é necessário conhecer o caminho burocrático para chegar à aposentadoria. Ela pode ser de alguns tipos: por idade; especial; por invalidez; ou por tempo de contribuição. Descubra aqui como conquistar a sua aposentadoria.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Se suas informações estiverem corretas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS - o sistema que registra o tempo trabalhado em cada empresa), você precisará dos seguintes documentos para dar entrada na sua aposentadoria: Número de Identificação do Trabalhador (NIT ou PIS/PASEP); documento de identificação (que pode ser a carteira de habilitação ou identidade) e o seu CPF. Quando você for à Previdência para dar entrada no benefício, leve seus documentos originais.

Lista completaMinimizar

Instruções

    Agende o seu atendimento

  1. 1

    O primeiro passo mais importante para se informar sobre a aposentadoria é marcar um atendimento na agência de Previdência mais próxima de sua casa. Para isso, faça o agendamento pelo site www.previdencia.gov.br ou agende a data e horário pelo telefone 135, de segunda a sábado, das 7h às 22h. O número não funciona aos domingos e feriados.

  2. 2

    O CPF é imprescindível para dar entrada na sua aposentadoria. Se você não tiver o documento, providencie-o. Para isso, leve seus outros documentos pessoais originais a uma agência dos correios e recolha a taxa (R$ 5,70). Você já sairá da agência dos correios com o número do seu CPF em mãos. Se não tiver CPF, faça o seu, porque sem este documento é impossível requisitar o benefício.

  3. 3

    Para se aposentar, você precisa ter determinado tempo de contribuição à Previdência Social. No caso da aposentadoria por tempo de trabalho, a mulher deve ter contribuído 30 anos, enquanto o homem, 35. A empresa onde você trabalha registrado desconta a contribuição diretamente do seu salário e a repassa à Previdência. Se você trabalha como autônomo, pode contribuir da mesma forma. Para isso, você precisa de um carnê da Previdência ou de uma Guia da Previdência Social (GPS). Requisite a guia no site da Previdência ou em alguma agência. Você pode contribuir sobre um salário mínimo, pagando o valor, por meio do carnê, diretamente ao banco ou casa lotérica. Se você contribuir sobre um salário mínimo, pagará nos valores de hoje em torno de R$ 70 ao mês, e receberá um salário mínimo mensal quando se aposentar. Para mais informações, entre em contato com a Previdência pelo telefone 135.

  4. 4

    Podem se aposentar por idade os trabalhadores da área urbana. A idade para os homens é 65 anos; para as mulheres, 60 anos. Os trabalhadores rurais se aposentam com idades diferenciadas: 60 anos para homens e 55 anos para mulheres. Mas não basta alcançar a idade certa para se aposentar. É preciso também alcançar o número de contribuições necessárias. Para saber se você contribuiu com a Previdência Social o suficiente, entre em contato com a Previdência ou acesse o link http://www.mpas.gov.br/conteudoDinamico.php?id=380>

  5. 5

    Seus dados de tempo de serviço e contribuição constarão do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), que trazem seu tempo de contribuição em cada emprego que você teve. Se houver algum dado divergente -- como alguma empresa em que prestou serviço que não conste do CNIS -- basta apresentar documentos que comprovem este período de trabalho.

  6. 6

    A aposentadoria especial é concedida para quem tenha trabalhado em condições que sejam prejudiciais à saúde ou à integridade física. Para ter direito a este benefício, o trabalhador precisa provar que se expôs a agentes nocivos permanentemente durante o emprego. O segurado também precisa de um tempo de contribuição para poder dar entrada no benefício.

  7. 7

    Se um trabalhador for considerado incapacitado para exercer suas atividades regulares em razão de doença ou acidente, ele tem direito à aposentadoria por invalidez. Quem dirá se o funcionário está incapacitado é um médico da Previdência Social. Se o trabalhador já tiver a lesão incapacitante antes do ingresso no trabalho, ele deixa de ter o direito ao benefício. O aposentado por invalidez deve passar por perícia médica a cada dois anos. Se tiver melhor e apto a retornar ao trabalho, o benefício é suspenso.

  8. 8

    Para ter direito à aposentadoria por tempo de serviço, o homem deve ter contribuído à Previdência por pelo menos 35 anos e a mulher, por 30 anos. A aposentadoria pode ser pedida proporcionalmente, quando o trabalhador tem o tempo de contribuição exibido e a idade para aposentar-se. Para a proporcional, o homem precisa ter ao menos 53 anos de idade; a mulher, 48. Para a aposentadoria integral, também é preciso um número adequado de contribuições mensais.

Dicas & Advertências

  • Acesse o site da Previdência Social: http://www.previdencia.gov.br/

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível