Por que são deixadas pedras nos túmulos?

Escrito por contributing writer | Traduzido por monica ferreira rocha lopes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que são deixadas pedras nos túmulos?
O significado de lápides em túmulos (Image by Flickr.com, courtesy of Ben Ostrowsky)

Muitas pessoas de luto aderiram a tradição judaica de deixar pequenas pedras ao invés de flores nos túmulos de seus entes queridos. Embora a origem histórica desta tradição tenha surgido de causas práticas à crenças supersticiosas, o significado simbólico deste ato mantém a tradição viva até hoje.

Outras pessoas estão lendo

História

Segundo disse o rabino Tom Louchheim para o site templesanjose, não há dados concretos que esclareçam a origem desta tradição. Louchheim diz que um texto antigo faz referência para o início das pedras em 35:20 no Pesikta Zutra, que descreve como os filhos de Jacó colocaram pedras no túmulo de Raquel.

Razões práticas

O site Riverside Memorial Chapel afirma que os transeuntes adicionavam pedras às rochas empilhadas em sepulturas por respeito. Esse monte feito de pedras também servia para proteger os túmulos contra animais selvagens e ladrões. De acordo com Barbara Binder Kadden, Diretora do Conselho Judaico Educacional de Seattle, a antiga prática de escrever bilhetes aos falecidos e colocá-las junto de pedras também levaram a este costume.

Superstições

De acordo com o site templesanjose, as pessoas acreditavam que as almas assombravam os túmulos após a morte. As comunidades colocavam grandes pedras para bloquear túmulos e impedir que as almas dos mortos procurassem os vivos. As rochas pequenas também serviam para manter a alma no túmulo.

Importância

As pedras nos túmulos honram os mortos. A tradição deixa evidências de que o visitante esteve lá, tanto para o falecido quanto para as outras pessoas. De acordo com o site Spokesman Review, as pedras simbolizam que a vida da pessoa não foi esquecida e que a lembrança permanece.

Considerações

O ritual é uma necessidade humana. Na opinião do rabino Andrew Straus, o ato físico de segurar e colocar a pedra é um lembrete tangível da presença contínua da pessoa na vida, apesar da ausência física expressada pelo lançamento da pedra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível