Demência após anestesia

Escrito por susan berg | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Demência após anestesia
Ele terá disfunção cognitiva pós-operatória após a cirurgia? (grand père image by Emmanuel MARZIN from Fotolia.com)

É sabido que há dificuldade nas funções mentais após uma cirurgia em idosos, de acordo com um artigo da Clinical Anesthesiology. Hoje em dia, há um nome para esse efeito, que é disfunção cognitiva pós-operatória, também conhecida por DCPO. O conhecimento ainda é limitado em relação a como prever e reduzir os riscos. Anestesias locais podem ter efeitos iguais ou piores aos da geral. Existem algumas semelhanças com outras demências, mas também há diferenças.

Outras pessoas estão lendo

Demência

A demência é uma diminuição crônica e progressivo no funcionamento do cérebro. O sintoma mais comum é perda de memória recente. A demência também envolve outras funções cognitivas, como comportamentos inadequados, más avaliações e incapacidade de aprender e se comunicar, pensar claramente e manter-se em segurança. Ela pode ser decorrente de diversas condições médicas, dentre as quais a mais comum é o Alzheimer. Os sintomas da demência costumam piorar com o tempo, não aparecendo subitamente após uma cirurgia.

Disfunção cognitiva pós-operatória

A disfunção cognitiva pós-operatória é uma piora na função cognitiva que pode durar por semanas ou meses após a cirurgia. É importante prestar atenção a essa condição, pois pacientes que sofrerem dela terão maiores riscos de doenças ou morte. Pacientes que estiverem sofrendo com disfunção cognitiva pós-operatória no ato da alta apresentam maiores chances de vir a óbito até três meses após a cirurgia, e aqueles que apresentarem a DCPO na alta ou após três meses têm maiores chances de morrer no primeiro ano após a cirurgia do que pacientes que não apresentem tais sintomas, de acordo com a revista Anesthesiology. A maioria das pessoas se recupera de disfunções cognitivas pós-operatórias sem complicações, mas os pacientes não se recuperam de demência, a não ser que ela seja causada por uma condição que possa ser tratada.

Demência precoce

Pacientes nos estágios iniciais de demência podem estar mais vulneráveis a desenvolver a disfunção cognitiva pós-operatória, pois seus cérebros já estão passando por mudanças. Muito provavelmente eles sofrerão de demência no futuro. O trauma de passar por uma cirurgia pode trazer à tona pioras cognitivas pré-existentes, mas ele não é o causador da demência, de acordo com o Alzheimer’s Australia. Existe muito interesse em determinar as causas da DCPO e descobrir como minimizar seus efeitos.

Diagnósticos e riscos

Um paciente que possa ter DCPO passa por uma bateria de exames neuropsicológicos, onde diferentes funções mentais são testadas. Esses testes podem incluir aprendizado de palavras, recordação de palavras, flexibilidade cognitiva, distração e memória. Reconhecer a DCPO significa que os pacientes podem ser observados de modo a minimizar possíveis danos.

Aparentemente, pacientes que se submetem a cirurgias cardíacas são mais propensos a sofre e DCPO, mas problemas com as funções mentais também podem ser observadas em cirurgias não cardíacas. As ocorrências são maiores em pacientes idosos que passem por cirurgias de grande porte.

Causas

Não existe uma causa única para a DCPO ou para a alteração das funções mentais após uma anestesia ou cirurgia. Pode ser devido aos efeitos residuais da anestesia ou dos sedativos e analgésicos utilizados antes e após a cirurgia. Narcóticos e sedativos podem ocasionar confusão nos idosos e, portanto, devem ser administrados em doses baixas ou nem ser administrados caso haja suspeitas de DCPO. A ventilação pode causar problemas no córtex pré-frontal do cérebro. A cirurgia pode causar alterações no metabolismo, que, por sua vez, podem causar a DCPO.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível