Como descrever o espaço usando elementos de design de interiores

Escrito por susan miller | Traduzido por ellen zanelato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como descrever o espaço usando elementos de design de interiores
Descreva ambientes de acordo com os quatro elementos básicos do design de interiores (Photos.com/AbleStock.com/Getty Images)

Há quatro elementos básicos do design de interiores, que são: linha, forma, cor e textura. Algumas pessoas incluem o próprio espaço quando discutem elementos de design, mas tradicionalmente apenas os quatro elementos estão listados nos livros de design de interiores. Cada elemento será discutido nesse artigo e serão feitas sugestões sobre como descrever um cômodo levando cada um deles em conta. Alguns ambientes terão linhas ou texturas diferentes, mas as descrições devem considerar a impressão geral de cada elemento à medida que ele se aplica ao cômodo que você está descrevendo.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Dicionário

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Pense sobre o elemento linha. Olhe para as linhas no cômodo formadas pelas paredes e o teto. Os tetos mais altos geralmente implicam em mais linhas verticais que o normal, dando ao cômodo uma impressão também vertical. Descreva as linhas gerais em um cômodo como horizontais ou verticais. Podem existir também linhas curvas e diagonais que adicionam mais chamatividade no que se relaciona ao elemento linha.

  2. 2

    Considere o elemento forma. Observe se as linhas no local formam um cômodo quadrado, retangular, oval ou de qualquer outro formato. Isso é a forma do cômodo. Às vezes pode existir mais de uma forma, como no caso de um cômodo em formato de "L". Descreva a forma geral observando a que prevalecer.

  3. 3

    Faça um balanço da cor do cômodo. A cor é normalmente o elemento mais fácil de mudar se você não gostar da que já está. É bem simples descrever um cômodo baseado somente em sua cor; não se esqueça de levar em conta se a cor é clara, média ou escura e se há misturas com outros tons. Por exemplo, o azul pode ser azul esverdeado, indicando maior quantidade de amarelo, ou pode ter mais vermelho na mistura, para que tenda para o roxo.

  4. 4

    Observe cuidadosamente as texturas do cômodo. O elemento da textura é expresso por meio de escolhas de tecidos nos móveis estofados, nas tapeçarias ou nas cortinas, nas paredes e na mobília de madeira. A última pode ser áspera ou polida de alto acabamento, que são duas texturas diferentes. As descrições das texturas de tecido podem ser: saliente, macia, sedosa ou com aparência parecida com lã. As texturas das paredes podem ser descritas como áspera, rústica, danificada ou lisa. Há outras possibilidades além das descritas aqui. Use a palavra que melhor descreva a textura geral do cômodo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível