Design de interiores da Grécia Antiga

Escrito por gail cohen | Traduzido por quezia souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Design de interiores da Grécia Antiga
Algumas residências antigas ainda são ocupadas por famílias gregas (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Se você acha que está encarando um desafio em decoração, imagine o que os moradores gregos devem ter vivido quando se mudaram para os abrigos de pedra, barro e outros materiais de construção de séculos atrás. Obviamente, eles não precisavam se preocupar em instalar energia elétrica, mas não era tarefa fácil construir e decorar essas residências com tão poucos recursos. Uma coisa é certa: as residências gregas antigas ainda são ocupadas hoje, então se já viu uma, deve saber o significado das palavras "construídas para durar".

Outras pessoas estão lendo

Estrutura interna na Grécia Antiga

Tanto os palácios de mármore como as casas de pedras caiadas são considerados estilos de "arquitetura antiga" na história da Grécia. Seja um palácio ou uma moradia num penhasco, ambos estilos de arquitetura são feitos de materiais de construção de pedra. Mesmo a mais modesta das casas gregas é desenhada com um terraço aberto e um pátio. As propriedades mais procuradas incluíam lotes que permitiam que o dono da casa construísse suas residência com múltiplas fachadas de frente para o sul para receber uma maior quantidade de luz solar. Independente do tamanho da moradia, o design de interiores na Grécia Antiga era centralizado ao redor da lareira da família, o que geralmente era o primeiro item adicionado após o abrigo ter sido construído.

Paredes, pisos e outros aspectos

Elaborados cortes de pedra e argamassa eram usados para criar áreas feitas de rocha e pavimentos no chão das casas, pátios e terraços gregos. Moradias com uma segundo andar eram feitas com assoalhos de madeiras, tanto para facilitar a instalação quanto para contrabalancear a questão do peso. Paredes internas podiam ter lindos murais se o proprietário tivesse um lado criativo ou conhecesse um artesão disposto a aceitar o trabalho. As entradas de cômodo para cômodo, na típica casa grega antiga, eram frequentemente curvadas; era incomum para uma casa ter portas no seu interior. Telhados curvados, típicos da arquitetura da região Mediterrânea, são comuns. Nem todas as casas tinham uma porta de entrada sólida.

Cômodos internos

Na Grécia Antiga, não era incomum para os homens e mulheres dormirem separados em seções de dormitórios, particularmente se a família fosse grande. Os banheiros eram tão importantes na planta da casa quanto a lareira. Se o dono da casa fosse rico o bastante para poder pagar por canos de argila para trazer água de aquedutos, a família poderia se banhar com água corrente fresca. Caso contrário, as mulheres coletariam água de poços, a levariam ao banheiro e carregariam a água suja de volta. Tapetes feitos no tear eram pendurados nas paredes e cobriam o chão, adicionando toques de cores aos cômodos individuais. Cortinas feitas a mão, geralmente ornamentadas com todos os tipos de designs coloridos pelas mulheres da casa, também eram penduradas nas janelas.

Mobílias da Grécia Antiga

Os fabricantes de mobília gregos seguiam as linhas de design egípcias quando as criavam, e os materiais pouco se diferenciavam também. As madeiras de carvalho, cedro, oliveira, buxo, bordo e ébano nas mãos do carpinteiros gregos se tornavam cadeiras, mesas, sofás, bancos e camas. Gramas naturais, vegetação e couro eram usados para fazer forros para as cadeiras e camas. Os carpinteiros gregos adicionavam uma distinta ornamentação a mobília, incluindo enfeites de cobre, bronze e ferro. O uso da folha de madeira também era um modo popular de decorar mobílias na Grécia Antiga.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível