As desvantagens do gerenciamento com o livro aberto

Escrito por ruth mayhew | Traduzido por debora cristina
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As desvantagens do gerenciamento com o livro aberto
Demonstrações de resultados, balanços, relatórios anuais e materiais de relações de investidores são informações que empresas com gerenciamento com o livro aberto fornecem a seus funcionários (business management image by danimarco from Fotolia.com)

Demonstrações de resultados, balanços, relatórios anuais e materiais de relações de investidores são os tipos de informações que empresas com gerenciamento com o livro aberto fornecem a seus funcionários. A ideia é despertar o interesse na força de trabalho e incentivar o entusiasmo dos funcionários em trabalhar para uma empresa que incorpora o termo "transparência" em suas operações diárias. "Gerenciamento com o livro aberto" é uma frase cunhada por John Case usada para descrever empresas que abrem seus livros para os funcionários a fim de fornecer informações, tanto quanto possível.

Outras pessoas estão lendo

Práticas

Gerenciamento com o livro aberto consiste em princípios e práticas melhor descritos como transparência organizacional. Em um ambiente de trabalho gerenciado com o livro aberto, os líderes da companhia encorajam os funcionários a pensarem como empreendedores. Eles frequentemente se comunicam com os funcionários para assegurar que eles estejam bem-informados e sejam tratados como parceiros de negócios em vez de meros trabalhadores que a empresa contrata para alcançar suas metas de lucratividade. Gerenciamento com o livro aberto é exatamente como o nome sugere -- a liderança da empresa, práticas, informações e objetivos financeiros e gestão organizacional são um livro aberto para todo mundo ver. No entanto, existem algumas desvantagens nesse tipo de gerenciamento.

Compreensão

Os funcionários que têm pouco ou nenhum conhecimento sobre como funcionam as organizações terão dificuldade em compreender a informação. O gerenciamento com o livro aberto revela finanças da empresa, que inclui balanços, informações de receita, planos de marketing, dados de investidores e declarações de rendimentos. Empregados com conhecimento mínimo podem achar este tipo de informação confusa e, por isso, talvez até mesmo inútil. Fornecer esse nível de informações aos trabalhadores vem com uma desvantagem para os empregadores que precisam atualizar funcionários sobre conceitos relacionados a finanças, rentabilidade, projeções e previsões. No entanto, ensinar aos trabalhadores estes conceitos de negócio nem sempre garante que a informação vai de repente se tornar interessante para os trabalhadores.

Aplicação

O gerenciamento com o livro aberto encoraja os funcionários a colocar em prática as informações que o empregador fornece. Embora isso possa ser factível para empregados de gestão e de supervisão de nível, pode ser difícil para os trabalhadores que não conseguem ver a ligação entre o sucesso organizacional e as funções específicas de seu trabalho. Por exemplo, a ligação entre as responsabilidades de um despachante e os objetivos de receitas globais e objetivos globais de uma organização podem não ser imediatamente visíveis. Se os funcionários em ocupações de nível inferior não verem o valor do gerenciamento com o livro aberto, a empresa deve, então, desenvolver uma estratégia de formação e desenvolvimento que convença os funcionários, em primeiro lugar, a pensar como a gestão da empresa, e, segundo, aplicar os princípios de gestão para os papéis individuais dentro a organização.

Resistência

Funcionários com pouca fé em uma organização e aqueles cujas prioridades diferem das da empresa podem achar que o gerenciamento com o livro aberto é apenas um artifício para envolver os trabalhadores descontentes e insatisfeitos. Gerenciamento com o livro aberto está focado na transparência, no entanto, alguns funcionários continuarão a acreditar que a empresa deve se concentrar em melhorar as condições de trabalho, horas de pagamento e outros assuntos concretos que afetam a satisfação no trabalho. Princípios desse tipo de gerenciamento parecem questões secundárias que podem impactar diretamente os trabalhadores, portanto, os funcionários cujas queixas e preocupações têm sido largamente ignoradas podem sentir-se, adicionalmente, desprezados pelo foco no desenvolvimento de uma mentalidade empreendedora entre os funcionários.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível