Mais
×

Desvantagens para as mulheres nos esportes

Atualizado em 21 novembro, 2016

O mundo dos esportes é frequentemente descrito como um mundo dos homens. Apesar disso, atletas mulheres enfrentam muitas desvantagens e problemas que os homens não enfrentam. Além do sexismo, falta de opções e futuro profissional limitado, as mulheres também arriscam o seu bem-estar físico. Simplesmente porque existem consideráveis desvantagens sociais, psicológicas e físicas de garotas nos esporte, não significa que elas não podem competir, divertindo-se e tendo sucesso neste mundo.

Atletas mulheres enfrentam muitas desvantagens (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Sexismo

A maior desvantagem para garotas nos esportes é o problema do sexismo e preconceito. Enquanto o governo, a mídia e várias organizações promovem a igualdade de gênero e aceitação, existem muitos preconceitos profundos contra as mulheres nos esportes. Como o esporte é algo considerado do mundo dos homens, as garotas que praticam são vistas como pouco femininas. Muitas outras desvantagens são relacionadas com o sexismo e estereótipos dos gêneros.

Opções limitadas

Garotas geralmente têm opções limitadas para praticar esportes no sistema educacional. Mulheres raramente são permitidas a competir no mesmo time que os homens. Esportes como basquetebol ou futebol são quase que completamente preenchidos por homens. E não é que as mulheres não podem praticar estes esportes, mas não é uma prática social comumente aceita. Assim, há pouco ou nenhum interesse da maioria pelo envolvimento feminino nesta área.

Diferenças fisiológicas

Existem diferenças fisiológicas bastante claras entre os gêneros. Homens estatisticamente superam mulheres em força e resistência, mas mulheres podem igualar ou até mesmo superar os homens em seu tamanho. Estas diferenças, apesar de serem verdadeiras, são geralmente usadas para propagar o sexismo baseado nos gêneros dos times e continua a agir como o maior obstáculo para as mulheres se envolverem nos esportes.

Futuro profissional

Mulheres têm opções no mundo profissional dos esportes muito limitadas. Enquanto elas podem competir em faculdades em times de vôlei, basquete, softball e futebol, existem poucas possibilidades no mundo profissional. Por exemplo, a Associação Nacional de Basquete foi criada em 1946, enquanto a Associação Nacional de Basquete Feminina não foi criada até 1996. A NBA oficialmente reconhece e ajuda a NBA feminina, mas esta liga é considerada bem menos popular.

Problemas de saúde

Alguns problemas de saúde podem ocorrer frequentemente com mulheres. Atividades físicas extenuantes e o aumento da massa muscular leva a uma redução nos níveis de estrogênio das atletas. Os baixos níveis de estrogênio podem levar a ciclos menstruais irregulares ou ausentes. Atletas que praticam a longo tempo também enfrentam um risco maior de terem osteoporose por causa dos seus baixos níveis hormonais. As atletas devem frequentemente visitar um médico e permanecerem saudáveis, comendo alimentos nutritivos. Existem suplementos hormonais para neutralizar esses problemas nos casos graves.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article