Deve-se passar graxa em escovas de motores elétricos?

Escrito por michael logan | Traduzido por bruno queiroz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Deve-se passar graxa em escovas de motores elétricos?
Alguns motores elétricos utilizam escovas de carbono para energizar o rotor (ancient fan image by Luisafer from Fotolia.com)

Um motor elétrico é, essencialmente, um fio enrolado em uma bobina dentro de um campo magnético. Em certos tipos de motor, escovas de carbono conduzem energia para a bobina através do contato com um comutador, que "comuta" (envia) a energia de volta para a bobina.

Outras pessoas estão lendo

Função da escova

As escovas do motor permanecem paradas enquanto o motor gira. Elas entram em contato com o comutador, transferindo eletricidade para ele. O comutador é segmentado e cada segmento corresponde a uma bobina diferente. Conforme o rotor e o comutador giram, as escovas entram em contato com os diferentes segmentos, um de cada vez.

Desgaste das escovas

Quando o motor está em funcionamento, as escovas e o comutador continuamente entram e saem de contato, visto que comutador é segmentado. Isso desgasta as escovas, além do atrito causado pelo deslizamento sobre o comutador.

Contato elétrico

As escovas devem tocar o comutador para que o motor possa funcionar. Tentar lubrificar as escovas com graxa fará com que elas percam esse contato com o comutador. O grafite, uma forma de carbono utilizado para lubrificação, fornece o principal ingrediente na fabricação das escovas de motor, tornando os outros lubrificantes desnecessários.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível