×
Loading ...

10 séries famosas que você deve assistir

Getty Images

Introdução

As séries de televisão são uma unanimidade mundial. Certamente a maioria das pessoas no mundo já gastou, pelo menos, algumas horas de sua vida mergulhada nas histórias fascinantes dos personagens. Todos têm sua lista de séries preferidas, seja pelos dramas comoventes ou pelos tropeços engraçados que nos fazem rir à toa. Mas estas dez merecem destaque especial por terem virado, ou ainda serem, fenômenos de audiência absoluta mundial. Se você ainda não assistiu a alguma delas, ligue a TV e assista o quanto antes!

Getty Images/Getty Images Entertainment/Getty Images

Star Trek (Jornada nas Estrelas / 1966 – 1969)

Já existiram diversas versões e remakes desta clássica série norte-americana, mas a original continua sendo uma das preferidas entre os “trekkers” de plantão. Ambientada na aeronave espacial Starship Enterprise, a história acompanha o capitão Kirk e sua tripulação explorando o mundo aeroespacial. O impacto mundial foi tão grande que, até hoje, existe uma cultura underground de “trekkers”, que participam de convenções ao redor do mundo para discutir a história dos personagens da série. Além da original, a franquia inclui outras cinco séries, 11 longas metragens e serviu de inspiração para histórias em quadrinhos, jogos e brinquedos diversos.

Alberto E. Rodriguez/Getty Images Entertainment/Getty Images

Os Simpsons (1989 – )

Fenômeno mundial, "Os Simpsons" é a série animada de maior duração já produzida nos Estados Unidos. Completando 23 anos no ar em 2012, tem mais de 500 episódios que contam a história de uma típica família de classe média do interior norte-americana. Cheia de sátiras e com humor sarcástico, "Os Simpsons" não se restringe a falar apenas da vida cotidiana do país. Diversos episódios temáticos, um deles inclusive ambientado no Rio de Janeiro, já deram muito o que falar.

Bryan Bedder/Getty Images Entertainment/Getty Images

Seinfeld (1990 – 1998)

"Seinfeld" redefiniu os conceitos da "sitcom" (abreviação do inglês para comédia de situação) norte-americana nos anos 90. Criada, protagonizada e produzida pelo ator e comediante, Jerry Seinfeld, traz a cada episódio situações mundanas que poderiam acontecer com qualquer pessoa. Talvez, foi daí que surgiu seu fascínio: a simplicidade de mostrar histórias comuns da realidade absurda e cômica que todos enfrentam dia após dia. A série, que se dizia ser “sobre nada”, fez tanto sucesso que é reprisada, até hoje, em canais fechados.

Getty Images/Getty Images Entertainment/Getty Images

Friends (1994 – 2004)

Seguindo os passos de "Seinfeld", "Friends" também utilizou o modelo de "sitcom" para contar suas histórias. Cada episódio de 30 minutos mostra peripécias da vida dos seis amigos, Monica, Chandler, Ross, Phoebe, Joey e Rachel, (quase) sempre com muito humor. É possível se identificar com os problemas que enfrentam no dia a dia e você se dá conta de que ninguém é perfeito, mas que tudo fica mais engraçado e gostoso quando se tem amigos. A química e desenvoltura dos seis personagens principais frente às câmeras se transportaram ao mundo real, deixando a série mais comovente e realista.

Gareth Cattermole/Getty Images Entertainment/Getty Images

Sex and the City (1998 – 2004)

Hit total entre as mulheres, "Sex in the city" foi uma das primeiras séries a tratar sexualidade como algo natural, um direito feminino. Cada episódio conta as dificuldades de Carrie Bradshaw para encontrar um amor em Nova York. Ela e mais três amigas batalham para conciliar a vida amorosa com carreiras de sucesso numa das principais metrópoles do mundo. A série fez tanto sucesso que já rendeu dois longas e serviu de inspiração para outra série que irá contar a história de Carrie antes de se tornar a guru das mulheres de 30 e poucos anos mundo afora.

Getty Images/Getty Images Entertainment/Getty Images

The Sopranos (1999 – 2007)

Pegando emprestado inspirações dos clássicos filmes de gângsteres da década de 1970, a série “Os Sopranos” conta a história de uma família tipicamente italiana que vive em Nova Jersey, nos Estados Unidos. Já seguindo o formato de alta qualidade das produções do canal HBO, a série trouxe uma novidade às telas da TV: a possibilidade de falar abertamente sobre assuntos pesados sem precisar de camuflagem para se adequarem às regras da televisão aberta.

Bad Robot | Fair use

Lost (2004 – 2010)

Nunca uma série tinha feito tamanho sucesso e interagido tanto com sua legião de fãs como fez “Lost”. Criada já no contexto da revolução digital, que permite o telespectador ser também um participante ativo no mundo da comunicação, a série fascinou e encantou com seus inúmeros mistérios sobre um grupo de pessoas perdido numa ilha deserta depois de sofrer um acidente de avião. Com tanto suspense e segredo, a história continua conquistando novos fãs mesmo após ter exibido seu capítulo final.

Lionsgate Television | Fair use

Mad Men (2007 – 2015)

Outra pérola produzida pelo canal HBO, conta a história de uma das agências de publicidade mais bem sucedidas de Nova York, nas décadas de 1950 e 1960. Além de mostrar os bastidores da guerra corporativa inerente ao ramo, foca também na vida de um dos principais executivos da empresa, Don Draper. Como em todo e qualquer bom drama, os segredos de seu passado e presente correm o risco de comprometer o bem-estar da empresa.

Home Box Office (HBO) | Fair use

True blood (2008 – 2014)

Muito antes de os vampiros virarem o fenômeno teen, Charlaine Harris já escrevia livros sobre um mundo onde esses seres sobrenaturais viviam em paz com os humanos. Tudo graças a uma substância sintética que imita o sangue humano. Assim, os vampiros não precisam morder e sugar suas vítimas para sobreviver. Os livros serviram de inspiração para a versão “adulta” do fenômeno mundial dos vampiros. A série “True Blood”, exibida pelo canal pago HBO, inclui histórias de personagens que vão muito além dos meros sugadores da noite e tem uma qualidade de produção de outro mundo.

Kevin Winter/Getty Images Entertainment/Getty Images

Glee (2009 – 2015)

Ser nerd está em alta! Essa série de adolescentes acompanha a história de um grupo de colegas do colégio McKinley High, no interior dos Estados Unidos. O professor de espanhol, que sempre gostou de cantar, resolve montar um coral no colégio para reunir os excluídos e mostrar que ser diferente também pode ser divertido. A série virou fenômeno quase instantaneamente e levou à criação de uma espécie de reality show para escolher os novos personagens, que precisam saber cantar e dançar muito bem.