Diagnóstico de enfermagem para celulite infecciosa

Escrito por nicole etolen Google | Traduzido por marina mendes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diagnóstico de enfermagem para celulite infecciosa
Celulite é uma infecção de pele normalmente causada pelas bactérias estafilococos e estreptococos (skin image by Robert Kelly from Fotolia.com)

Celulite é uma infecção de pele normalmente causada pelas bactérias estafilococos e estreptococos. Os sintomas incluem febre e pele vermelha, inchada e quente. Geralmente,pode ser tratada com antibióticos orais. Em casos graves, a paciente tem que tratar a infecção mais agressivamente, especialmente se já se espalhou para as camadas abaixo da pele. O diagnóstico busca minimizar o dano à pele, mantendo a paciente confortável e certificando-se de que ela entenda como prevenir futuras infecções.

Outras pessoas estão lendo

Integridade da pele

A celulite torna a pele susceptível a outros danos, como escaras. Mesmo se não houver feridas abertas da infecção, o inchaço pode enfraquecer a pele e causar problemas. Isso pode ser diagnosticado como "risco da integridade da pele prejudicada relacionado ao edema". Se há ferimentos, "integridade da pele prejudicada relacionada ao edema manifestado por feridas abertas" é um possível diagnóstico. As intervenções incluem evitar a fricção da área infectada, virar o paciente regularmente e manter a área seca.

Dor

Celulite grave pode ser dolorosa, especialmente se já se espalhou pelo sistema. Um diagnóstico possível é "dor aguda relacionada à infecção de pele manifestada pelo paciente como extremo desconforto". Peça ao paciente para descrever o tipo e intensidade de dor e para monitorar o efeito do medicamento para dor. Se o remédio não estiver ajudando, contate o médico do paciente para decidir se é necessário aumentar a dose. Verifique regularmente os sinais vitais, pois a dor pode aumentar o batimento cardíaco e a pressão sanguínea.

Atividade

A tolerância do paciente à atividade pode ser afetada pela celulite. Isso porque pode haver dor, fadiga devido à medicação ou fraqueza generalizada, como expressa pelo paciente. Por exemplo, "intolerância à atividade relacionada aos efeitos colaterais da medicação como manifestado pelo paciente ao dizer que se sente fraca". Incentive o paciente a se engajar em quantas atividades físicas achar que for possível, ajude-o a fazer uma gama de exercícios que exigem movimentação e dê períodos adequados de descanso e relaxamento.

Febre

A febre é um sintoma comum de celulite e pode ser expressada como "hipertermia relacionada à infecção bacteriana". A evidência deve incluir batimento cardíaco elevado, ruborização, pele quente ou suor em excesso. Já que febre pode causa desidratação, é importante que seu paciente tome muito líquido. A febre também pode ser a causa de um diagnóstico, como "risco de deficiência de volume de fluídos". Nesse caso, sua intervenção envolveria manter o paciente sem febre ao administrar receitas do médico para diminuir a febre e monitorar os sinais vitais.

Déficit de conhecimento

A celulite deve ser prevenida com simples precauções, principalmente com ferimentos. Um diagnóstico de "déficit de conhecimento relacionado à cuidados de feridas" deve ser seguido de intervenções que ensinem o paciente como cuidar adequadamente de uma ferida. Isso inclui limpar a ferida, aplicar creme antibiótico, mantê-la coberta e atentar para sinais de infecção.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível