Diagnóstico de enxaqueca basilar

Escrito por karen hellesvig-gaskell | Traduzido por regina fleck
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diagnóstico de enxaqueca basilar
Consulte um médico para descobrir a origem de seus sintomas. (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

O National Institute of Health (Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos) diz que a enxaqueca basilar afeta principalmente crianças e adolescentes. Nas meninas, costumam estar associadas ao ciclo menstrual. A enxaqueca basilar provoca fortes dores de cabeça e outros sintomas, como o desmaio.

Outras pessoas estão lendo

Causas

De acordo com o Centro Médico da Universidade de Maryland, a enxaqueca basilar desenvolve-se na artéria basilar, que fica na base do crânio. É considerada um subtipo de "enxaqueca com aura". Auras, por sua vez, são perturbações sensoriais que ocorrem antes do início de uma enxaqueca em aproximadamente 20% dos pacientes.

Auras

Auras positivas consistem em pontos de luz brilhantes nos cantos do campo de visão que podem se expandir e bloquear a vista.

Auras negativas podem incluir pontos cegos, visão em túnel ou buracos negros. Alguns pacientes podem sofrer dos dois tipos de aura.

Às vezes, as auras associadas com as enxaquecas basilares podem resultar em dormência, formigamento ou fraqueza nas pernas ou nos braços.

Sintomas

Os sintomas de enxaqueca basilar incluem dores de cabeça fortes que aparecem repentinamente e fazem a cabeça latejar. Estas dores de cabeça podem ser acompanhadas por perda parcial ou total da visão ou visão dupla. Alguns pacientes sofrem de vertigem (o ambiente ao redor parece girar), zumbido nos ouvidos, fala arrastada e, às vezes, perda de consciência.

Diagnóstico

Como enxaquecas basilares podem disfarçar condições mais graves, como convulsões ou lesões cerebrais, seu médico vai querer excluir outras possíveis causas para seus sintomas. Você pode ter de fazer exames de imagem, como ressonâncias magnéticas ou tomografias para ajudar a diagnosticar uma enxaqueca basilar.

Tratamento

Os triptanos são frequentemente ministrados naqueles pacientes que apresentam enxaquecas fortes. Eles atuam elevando o nível de serotonina no cérebro. A serotonina faz com que os vasos se contraiam, diminuindo a dor.

Pacientes que têm crises de enxaqueca frequentes têm que tomar medicações preventivas, como verapamil. Este age bloqueando o influxo de cálcio, relaxando os vasos sanguíneos.

Remédios caseiros

O tratamento não medicinal para enxaqueca basilar consiste em ficar deitado em um quarto escuro e silencioso com os olhos fechados. Você pode aliviar o desconforto colocando um saco de gelo ou uma toalha fria em sua testa. Beber muito líquido também ajuda.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível