Mais
×

Dicas de alimentação saudável para mamães

Mães de primeira viagem têm a responsabilidade de comer bem
David Woolley/Digital Vision/Getty Images

Introdução

Mães têm a responsabilidade de comer bem, apesar das demandas diárias e da vida corrida. Sem uma dieta bem equilibrada e refeições regulares, as mamães não terão a energia necessária para cuidar de seus bebês. Comer alimentos saudáveis​​, fazer refeições e lanches regulares e seguir algumas estratégias nutricionais simples são elementos chave para ficar bem.

Uma das melhores fontes de ômega-3 é o salmão
Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Consuma bastante ômega-3

Uma das melhores fontes de ômega-3 é o salmão. Ele é, simplesmente, uma potência nutricional para as mamães. É um dos melhores alimentos disponíveis para a amamentação e a gordura encontrada no salmão (do tipo DHA) é vital para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê. O leite materno contém DHA naturalmente, mas você pode aumentar os níveis deste ingrediente essencial ao comer uma porção de salmão por semana. Se você não gosta de peixe, há outras formas de manter seus níveis de ômega-3 em alta. Essas opções incluem o óleo de linhaça, nozes, óleo de canola ou ovos enriquecidos com ômega-3. Dois ovos irão fornecer cerca de metade da quantidade diária recomendada para mulheres lactantes.

Mães precisam de proteínas que podem ser facilmente incorporadas num estilo de vida agitado
Comstock/Comstock/Getty Images

Capriche na proteína

O cérebro precisa de proteínas. A maioria das pessoas está consciente da importância de ingerir proteína em todas as refeições e o melhor tipo de proteína para as mães pode ser encontrado em produtos lácteos, soja, carnes magras e peixes. Estes alimentos produzem um neurotransmissor chamado serotonina, que tem um efeito calmante sobre o cérebro. Aqui estão algumas ideias: 1) Ovos mexidos no café da manhã levam menos de 5 minutos para preparar; 2) Compre um peru cozido que pode virar o recheio de um sanduíche rico em proteínas no almoço durante a semana inteira; 3) Coma iogurte ou queijo e biscoitos na hora do lanche quando o bebê está (espera-se) cochilando no meio da tarde. Vegetarianos ou pessoas que realmente não gostam de carne podem simplesmente substituir o sanduíche de carne por feijão. Ele contém bastante ferro e é barato, o que faz bem também para o bolso das mães, que têm que comprar várias fraldas por dia.

Leite, iogurte ou queijo - o que você preferir
Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Invista em laticínios

Quanto mais produtos lácteos você puder encaixar em sua dieta diariamente, melhor. Leite, iogurte ou queijo - o que você preferir - vai tornar sua amamentação saudável. Laticínios são ricos em proteína, vitaminas B e D e são uma das melhores fontes de cálcio. O leite materno contém bastante cálcio para ajudar os ossos do seu bebê a se desenvolverem. Assim, inclua em sua dieta alimentos ricos nesse mineral pelo menos três vezes por dia.

Pequenos e nutritivos
Jupiterimages/Pixland/Getty Images

Cestas de blueberry e laranja

Laranjas são pequenas e nutritivas. Elas são um alimento energético e cheio de vitamina C, que as mães precisam mais do que a maioria das pessoas. Se você não gosta de laranjas, blueberries são outra fruta que você pode pensar em incorporar a sua dieta. Mirtilos são antioxidantes que lhe dão uma dose muito importante e saudável de carboidratos para manter seus níveis de energia elevados. Se você realmente não gosta de comer frutas, compre suco de laranja ou de blueberry. Tenha certeza de não comprar "bebidas de frutas", que contêm açúcares artificiais. O suco fresco e natural é o tipo de que você precisa procurar.

Inclua carboidratos na forma de grãos integrais saudáveis como arroz e pão integrais em sua dieta
Comstock/Comstock/Getty Images

Não ignore os carboidratos

O percentual de mães que se preocupa em recuperar a velha forma é de... bem...100%. No fundo, todas esperamos recuperar a forma, mas cortar drasticamente os carboidratos não é a maneira correta. Você vai precisar de toda a energia que puder conseguir. Se o seu corpo não recebe os carboidratos de que necessita, ele simplesmente vai segurar aqueles que já tem e você nunca vai perder seu excesso de peso. Inclua carboidratos na forma de grãos integrais saudáveis como arroz e pão integrais em sua dieta para manter seus níveis de energia elevados. O arroz integral vai lhe dar as calorias que você precisa para produzir leite de melhor qualidade para seu bebê e o pão integral é rico em ácido fólico. Seu bebê vai adorar a dose extra desse nutriente.

Ovos são rápidos de fazer, fáceis e versáteis
Adrian Samson/Lifesize/Getty Images

Ovos: como você prefere comer?

Nós todos sabemos que os ovos são, simplesmente, fantásticos!, mas o que os torna tão bons para as mães é a grande fonte de vitamina D encontrada na gema do ovo. Os ossos da mãe permanecem fortes graças à vitamina D e os ossos do bebê crescem rápido. No entanto, em um nível prático, os ovos são rápidos de fazer, fáceis e versáteis. Eles podem ser comidos no café da manhã, almoço ou jantar. Você pode fazer bastante maionese de ovos para comer com os biscoitos como um lanche. Uma dica... ovos num bolo não contam!

Verduras são ótimas e você pode comê-las o quanto quiser
BananaStock/BananaStock/Getty Images

Fique bonita colocando verduras em seu prato

Verduras são ótimas e você pode comer a quantidade que quiser. Verduras também farão a mamãe sentir-se especialmente bem e revigorada todos os dias. Espinafre e brócolis podem ser cozinhados em questão de minutos e eles lhe darão um impulso imediato de pensamentos felizes logo após comê-los. Eles são ingredientes essenciais da dieta de uma mãe. Cozinhe o brócolis por dois minutos e depois coma-o como um aperitivo mergulhando-o em um pouco de queijo cremoso enquanto você faz suas tarefas diárias.

O aleitamento materno é a maneira mais fácil de se desidratar
Thinkstock Images/Comstock/Getty Images

Água

O aleitamento materno é a maneira mais fácil de se desidratar. Toda vez que o bebê se alimenta, seu corpo precisa substituir o leite por leite novo e fresco. A água é o ingrediente necessário para acelerar esse processo de produção de leite. Enquanto o bebê está bebendo, você deve beber também. No entanto, seja criativa quando se tratar de água e comece a pensar fora da caixa. Água não vem sempre na forma líquida. Comer alimentos ricos em água estruturada, como frutas e vegetais crus, é a maneira perfeita de se manter hidratada aumentando seus antioxidantes e fazendo você se sentir bem. Se começar a se sentir um pouco para baixo, beba um pouco de água. Fadiga e estresse, ou preocupação, são sintomas de desidratação moderada, o que significa que a água pode ajudar a regular seu humor.

Todos os dias você deve tomar café da manhã, almoçar e jantar, com dois lanches entre eles
Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Tenha horários

Não é bom comer um bife no jantar uma vez por mês, ou pegar algumas nozes aqui e ali sempre que você se lembrar. Seu bebê exigirá uma regularidade na ingestão de nutrientes e você também deve ser exigente com sua dieta. Todos os dias você deve fazer café da manhã, almoço e jantar, com dois lanches entre eles. Você precisa criar tempo para isso de alguma forma. Sem uma dieta regular, você vai se sentir mais cansada, e se estiver cansada, fazer todas as coisas que precisa como mãe será duas vezes mais difícil.

Dê a si mesma uma licença maternidade da cozinha
Eising/Photodisc/Getty Images

Não cozinhe

Sim! É isso mesmo que você leu! Não cozinhe! Dê a si mesma uma licença maternidade da cozinha. Seu bebê sobreviverá com leite materno, então você não precisa se preocupar com isso. Frutas e verduras cruas são muito melhores para você, por isso há muitas razões para mantê-la longe do fogão quando você tem um bebê. De vez em quando, você pode querer encomendar comida ou comprar algo pronto no supermercado. Se for cozinhar, cozinhe em um dia uma quantidade para se certificar de que haverá coisas na geladeira para esquentar durante a semana. No entanto, a menos que você adore cozinhar e ache que é relaxante e inspirador, cozinhar todos os dias será outra tarefa da qual você simplesmente não precisará. Seja boa para si mesma no primeiro ano. Você merece.