Dicas para cobrar por sobremesas

Escrito por shailynn krow Google | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dicas para cobrar por sobremesas
Sobremesas levam tempo para serem feitas e devem ter um preço correspondente (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

O serviço de bufê é trabalhoso e envolve planejamento, habilidade e experiência em negócios. Você vai servir alimentos em eventos, como festas de caridade e casamentos, entre outros. Apesar de um serviço de bufê servir principalmente itens salgados, há momentos em que também são servidas sobremesas. Estipular o preço de doces pode ser complexo, e depende de vários fatores para obter o preço mais acurado para que o seu bufê se torne realmente lucrativo.

Outras pessoas estão lendo

Opções de precificação

Enquanto dono de bufê, você tem a flexibilidade de utilizar várias opções de preço diferentes ao criar seu menu. Você pode usar um método fixo de preço, o que significa que os preços permanecem em uma taxa fixa por pessoa, não importa quantas porções sejam servidas. Você também pode usar um método de precificação hierárquico, que oferece descontos de acordo com a quantidade de itens encomendados. O último tipo de precificação é o customizado, que é feito de acordo com o evento. Isso significa que não existem preços fixos e que cada evento tem um preço específico por menu criado especialmente para cada situação.

Margem de lucro

Como dono de bufê, você precisa obter lucros. Sem isso, sua empresa não poderá crescer e eventualmente pode ser que você perca dinheiro em outros trabalhos como fornecedor. Alguns donos de bufê usam o procedimento de margem de lucro, multiplicando o valor gasto com a comida por três. Assim, se a comida para um evento custa R$ 700, você cobrará do cliente R$ 2,1 mil. Essa técnica só funciona para precificação customizada, ao invés de preços fixos por item ou hierárquicos.

Trabalho e suprimentos

Como dono de bufê, você verá que há mais nesse tipo de trabalho que apenas o custo de comprar comida. Há suprimentos, como pratos, guardanapos, bandejas e pratos de servir e custos de aluguel. Todos esses itens devem ser incluídos no preço geral. Assim, cada receita deve ter um preço não apenas relativo aos custos dos alimentos, mas também em relação às horas de trabalho para preparação, assim como todos os suprimentos necessários para servir antes que um preço final seja decidido. Algumas sobremesas precisam de um trabalho artístico, o que leva muito tempo. Assim, você também deve levar em conta o tempo que um empregado leva para montar cada sobremesa ou finalizá-la para que seja servida com uma boa apresentação.

Competidores e mercado

A última consideração que um dono de bufê deve ter em mente em relação a colocar o preço em suas sobremesas é a competição geral. Dê uma olhada nos menus dos competidores para saber se os preços das suas sobremesas estão muito acima, abaixo ou apenas o mesmo que o de seus competidores. É importante ter um preço competitivo. Outro fator é o mercado. Alguns clientes terão um orçamento apertado para o bufê e as sobremesas podem ser um dos itens mais caros. Assim, você deve considerar a disposição dos seus clientes de pagar o preço dos seus produtos e, em alguns casos, pode ser que você tenha que ajustar sua margem de lucro de acordo com o estado atual do seu mercado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível