Mais
×

Dicas de cuidados para cães da raça boxer

Atualizado em 21 novembro, 2016

O boxer teve origem na Alemanha e foi criado para fins de caça. Ele é um cão de grande porte, com um corpo forte e um de pelugem curta e lisa, que é geralmente castanha, marrom, tigrada ou até mesmo branca. Eles são conhecidos por serem de alegres, hiperativos, curiosos e por estarem em constante movimento. Esse tipo de cão exige muita atenção e exercício para ficar feliz e saudável, bem como uma boa dieta e idas regulares ao veterinário.

O boxer é um cão hiperativo e exige muito exercício (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Tosa

Devido à sua pelugem reduzida, o boxer raramente ficará sujo e não necessitará de banhos frequentes. É possível banhá-lo com pouca frequência, apenas quando ele estiver sujo ou mal cheiroso, ou ao brincar em poças de lama. Deve-se escová-lo uma ou duas vezes por mês com uma escova de cerdas firmes, para remover os pelos caídos, e não esquecer de cortar as unhas regularmente.

Consulta veterinária

Leve o boxer ao veterinário regularmente, para que o animal possa estar com todas as vacinas necessárias e com os tratamentos de desparasitação em dia. Eles são propensas a uma condição conhecida como a displasia do quadril, que é uma má-formação na bola-e-soquete da articulação do quadril. Eles também são propensos a outras condições de saúde, como a estenose aórtica e o hipotireoidismo. O veterinário pode realizar exames regulares para descobrir se o animal está enfrentando tais problemas.

Exercícios

Os boxers foram originalmente criados para a caça, usados ​​para correr e perseguir presas, então quanto mais exercício eles fazem, mais felizes eles ficam. O exercício regular também pode evitar problemas de saúde, como a obesidade, e pode ajudar o cão a ficar em forma.

Dieta

Uma boa dieta e água fresca é essencial para manter o boxer saudável. Essa raça hiperativa requer uma dieta rica em nutrientes e vitaminas. Devido à sua musculatura poderosa, um boxer também comerá mais do que um cão médio. Embora não seja recomendado manter um fornecimento constante de alimentos na frente do animal, tenha em mente que suas necessidades nutricionais são baseadas na frequência com que ele se exercita. Quanto mais energia ele perde, mais calorias ele precisará.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article