Dicas para engravidar com inseminação artificial caseira

Escrito por randi cardoza | Traduzido por marina villar
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dicas para engravidar com inseminação artificial caseira
A gravidez pode ocorrer com sucesso com o método de inseminação artificial caseira (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

A inseminação artificial caseira, também conhecida como inseminação alternativa, tem se tornado uma prática popular para muitos. Ela possui a vantagem de ser feita no conforto de casa, em seu tempo livre, e não em um intimidador ambiente de um consultório médico. Com a cronometragem, a posição e os utensílios apropriados, a gravidez pode ser alcançada através de uma inseminação artificial caseira -- IA (AI, na sigla em inglês).

Outras pessoas estão lendo

Faça exames

Antes de tentar a IA, procure por um especialista em fertilidade, para ter certeza que não tem problemas que a impeçam de ficar grávida ou para ter uma gravidez saudável. A IA pode ser cara e, se a mamãe esperançosa não ovular regulamente, então ela pode precisar de assistência de um especialista em fertilidade, para evitar desperdiçar seus recursos financeiros. A IA pode ainda ser feita em casa, mas remédios para fertilidade podem ser necessários para auxiliar no processo.

Instrua-se

A educação sobre o processo de IA e o que é necessário ser feito é muito importante. A futura mãe deve se instruir tanto quanto possível para que conheça os índices de falhas e sucessos. Pesquisar como o procedimento é feito e encontrar informações de como fazer em casa pode ajudar com o planejamento. Também peça informações para um ginecologista obstetrício.

Faça um kit de inseminação

Obtenha um kit de inseminação. Eles podem ser comprados como kit ou em itens individuais. O sucesso da IA depende em como o esperma será injetado na mulher. Uma seringa sem agulha ou uma seringa oral para remédios pode funcionar para a inseminação. Uma toalha macia ou um pano e travesseiros serão necessários. Os travesseiros precisarão ser colocados para elevar os quadris e a toalha ou o pano captarão qualquer líquido que saia depois da injeção.

Monitore o ciclo

Monitorar os períodos férteis no ciclo é o aspecto mais importante para uma IA bem-sucedida. Se a inseminação for feita quando a mulher não está fértil, o sêmen será desperdiçado. O ciclo pode ser monitorado com medição da temperatura basal e/ou kits de ovulação.

Por pelo menos três meses antes de fazer a IA, a mamãe esperançosa deve medir sua temperatura basal corporal. Tanto um termômetro comum ou um termômetro digital de temperatura basal deve ser usado para que as variações em graus possa ser monitorada. As flutuações são muitas vezes em alguns centésimos de grau e um termômetro normal não mostra isso. Essa medição deve ser feita ao acordar, depois de pelo menos algumas horas de sono. O termômetro de temperatura basal corporal deve ser mantido perto do alcance da mulher onde ela dorme com um bloco de anotações ou gráfico para anotar os resultados.

O período de três meses antes de tentar engravidar é para determinar quando a ovulação geralmente ocorre. Tipicamente, a temperatura basal corporal de uma mulher será basicamente a mesma todos os dias. No dia da ovulação, a temperatura cai drasticamente e então sobe. Se a gravidez ocorrer, é geralmente quando a temperatura permanece alta por 16 ou 18 dias após a ovulação. Isso deve ser sentido por pelo menos um mês depois do possível teste positivo da gravidez.

Os médicos podem receitar um kit de ovulação ou eles podem ser comprados diretamente em farmácias. Os que têm prescrição são mais caros, mas eles possuem a vantagem de poder ser usados por mais do que os sete dias que um kit simples oferece. O kit de ovulação geralmente dará uma margem de três dias para fazer a inseminação. Em geral, com esperma de um banco de espermas, a inseminação pode ser feita dentro de 24 horas da ovulação. Esse kit oferece instruções de como determinar quando a ovulação vigente ocorre.

Posicionamento

Nem todos os médicos concordam que a posição ajuda a alcançar a gravidez, mas não fará mal. A posição mais recomendada é deita de 15 a 20 minutos com os quadris levantados depois da inseminação. Como em uma concepção normal, um orgasmo é recomendado na inseminação da mulher, mas não há evidência de que ter um orgasmo afeta nas chances de gravidez. A penetração deve ser evitada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível