Dicas e pistas para danças freestyle

Escrito por hans fredrick | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dicas e pistas para danças freestyle
A coreografia não é parte da dança freestyle (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

A beleza da dança freestyle, ou de estilo livre, é que nela não existe estrutura ou padrão a que um dançarino esteja restrito. Em vez disso, a pessoa salta para a música e deixa o corpo se mexer. No entanto, alguns tipos de prática e a atenção para captar certos ritmos e movimentos enquanto dança ajudam a tornar o dançarino melhor nesse estilo.

Outras pessoas estão lendo

Ritmo

Para dançar bem qualquer estilo, você precisa ser capaz de compreender a batida da música. Ouça uma grande variedade de músicas e bata com o pé ao longo da melodia, contando enquanto faz isso. Se conseguir sentir a batida e o ritmo da música, será capaz de dançá-la. Aprenda a ver a diferença entre canções escritas em diferentes formas de compasso, ouvindo e contando. Por exemplo, uma valsa é contada em batidas de três, enquanto a maioria das canções pop são contadas em batidas de quatro.

Preste atenção

Ao dançar, fique focado em tudo à sua volta. Ouça a música à medida que ela muda e preste uma atenção cuidadosa naqueles com quem está dançando, ou em quem está vendo você dançar. Improvisar, de certa forma, é pegar o que você recebe e desenvolver esses elementos, e, para fazer isso, é preciso que esteja constantemente atento.

Quebrando padrões

Ao dançar no estilo freestyle, tome cuidado para não se apegar a nenhum padrão conhecido. As pessoas novas no estilo improvisado dessa dança logo se acomodam em marcas ou movimentos que parecem confortáveis. Faça um esforço consciente para quebrar quaisquer padrões consistentes de movimentos. Foque em expressar-se de novas maneiras, mudando os movimentos dos braços ou pés, para destruir qualquer segmento repetitivo.

Os erros acontecem

Não foque em erros nem se preocupe ou se interrompa por causa deles. Isso só tira a graça da dança. Em vez disso, ignore os erros e foque em continuar a dançar. A fluidez e a confiança são mais importantes do que algum tipo de percepção de perfeição imposta, por isso não se preocupe se cometer um erro. A beleza do freestyle é que nele não existe realmente um modo "errado" de dançar. Fique na batida e continue a se mover com confiança, e ninguém, a não ser você, saberá que algo deu errado alguma vez.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível