Dicas de soldagem a arco para iniciantes

Escrito por j. lang wood | Traduzido por rodrigo da silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dicas de soldagem a arco para iniciantes
A soldagem a arco requer prática para alcançar uma boa técnica (welding image by glgec from Fotolia.com)

A soldagem é um processo em que calor e eletricidade são usados para unir peças de metal. O "arco" na soldagem usa a corrente elétrica para saltar eletrodos para a peça a ser trabalhada, derretendo o metal para formar a peça final. O procedimento não é difícil, mas exige algum tempo para aprender as técnicas para fazer uma boa solda limpa. É importante usar equipamentos de segurança neste trabalho, como um capacete de soldagem com viseira, luvas e roupas de proteção.

Outras pessoas estão lendo

Eletrodos

De acordo com o site "www.millerwelds.com", os eletrodos padrões usados ​​incluem 6010, 6011, 6013, 7018, e 7024. Os eletrodos 6010 penetram mais profundamente do que os 6013. Uma melhor aparência do grânulo pode ser conseguida com a haste 7018. A haste do 7024 é a mais fácil de se usar, pois mantém automaticamente o comprimento correto do arco. Os eletrodos devem ser mantidos limpos e secos.

Técnicas de limpeza

Apesar da soldagem a arco aderente ser conhecida como um método de solda que pode ser usado em superfícies sujas, o melhor é escovar ou lixar a ferrugem e remover o óleo com um solvente para evitar escorrimentos, rachaduras e problemas de fusão.

CCAMV

CCAMV é uma sigla para as diversas técnicas que devem ser mantidas em mente quando se solda com arco. As iniciais representam "configurações atuais", "comprimento do arco", "ângulo de movimentos", "manipulação" e "velocidade do movimento." Estas cinco considerações devem ser aprendidas pelos soldadores iniciantes para ajudá-los a lembrar das técnicas importantes para a criação de uma boa solda.

Controlando os respingos

Os respingos não afetam a resistência da solda, mas criam um aspecto sujo e fazem com que mais tempo seja necessário para a limpeza. De acordo com o site "www.thefabricator.com", reduzir a corrente e encurtar o arco vai ajudar a controlar os respingos. Mantenha a amperagem na faixa correta para o tipo e tamanho do eletrodo usado. Você também deve certificar-se de que o eletrodo não esteja molhado e que não há mudança no ângulo dele, caso os respingos sejam um problema.

Evitando rachaduras

As rachaduras em uma soldagem podem ocorrer devido a uma série de problemas. Elas tanto podem ser esteticamente desagradáveis quanto levar ao fracasso da solda. Um alto teor de liga de carbono ou enxofre pode contribuir para o rachamento nas soldas. Para evitar rachaduras, o site "www.lincoinelectric.com" recomenda o uso de eletrodos de baixo hidrogênio, usando alto pré-aquecimento nos lugares mais pesados ou nas articulações mais rígidas, reduzindo a penetração, preenchendo cada buraco antes de usar o arco e o grânulo para uma forma convexa. As partes rígidas são mais propensas a rachaduras, então a soldagem deve ser feita até o final sem pinçamento. Você também deve deixar uma lacuna de 0,7 mm entre as placas, a fim de permitir o encolhimento quando a soldagem esfriar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível