Mais
×

Dicas para quem vai alugar um imóvel pela primeira vez

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Introdução

Alugar um apartamento é um passo importante para qualquer pessoa que está se tornando adulto. À medida que crescemos, começamos a necessitar um espaço com mais privacidade para vivermos. Porém, a liberdade tem seu preço. Administrar a casa é uma responsabilidade enorme e muitas vezes os marinheiros de primeira viagem podem cometer erros básicos na hora de encontrar um lugar para morar. Comece sua vida independente com o pé direito e veja algumas dicas para alugar um imóvel pela primeira vez!

Digital Vision./Digital Vision/Getty Images

Localização é tudo

Antes de começar a procurar sua nova morada, pense bem em quais bairros você gostaria de morar e onde seria mais prático viver. Olhe no mapa e analise todas as variáveis possíveis: facilidade de locomoção para trabalho ou faculdade, disponibilidade de comércio, segurança, linhas de transporte. Estabeleça também suas prioridades. O que mais vale a pena no seu caso? Um bairro mais distante, mas com rápido acesso para regiões centrais da cidade, ou uma zona mais badalada e cheia de comércios? Como alugar um apartamento é uma decisão importante que definirá seu modo de vida para os próximos anos, planeje todos seus passos.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Pesquise preços e bairro

É óbvio que quando começamos a procurar por um apartamento para alugar sempre queremos achar o mais barato, que melhor encaixe no orçamento. Porém, tome cuidado para não cair numa armadilha e assinar um contrato que só vai trazer dor de cabeça no futuro. Desconfie se o preço estiver muito abaixo do mercado e analise bem o imóvel, o prédio, a vizinhança e todo bairro. Pense bem e faça uma economia inteligente. Lembre-se que nem sempre vale a pena economizar no preço do aluguel se você não terá qualidade de vida num apartamento sem segurança ou conforto.

Goodshoot/Goodshoot/Getty Images

Não esqueça do condomínio

Um dos grandes vilões dos edifícios atuais é o preço do condomínio. Quanto mais facilidades e estrutura o prédio tiver, mais cara será essa taxa. Porteiro 24 horas, piscina, salão de festas, segurança, paisagismo, academia e atividades esportivas são ótimos e facilitam bastante nossa vida, mas aumentam a conta do condomínio no final do mês. Muitas vezes eles podem custar quase 50% do aluguel. Por isso, fique atento. Geralmente essa taxa não aparece fácil nos sites das imobiliárias, mas exija ser informado desse valor, que também será crucial na hora de escolher sua nova moradia.

Mark Kolbe/Getty Images News/Getty Images

Facilidade de transporte

Seu futuro apartamento está próximo de grandes avenidas, estações de metrô e linhas de ônibus movimentadas? Estar perto do transporte coletivo poder ser uma diferença elementar no seu modo de vida. Imagine quanto tempo você vai precisar gastar andando até o ônibus ou metrô e quanto é possível economizar nesse trajeto ao escolher sua futura moradia. Gastar menos no trajeto da casa para o escritório ou faculdade é uma melhora significativa na qualidade de vida. Não esqueça de colocar esse fator na balança na hora de decidir qual apartamento alugar. Pode valer mais a pena gastar um pouco mais no aluguel do que perder horas entre idas e vindas todos os dias.

Andy Sotiriou/Photodisc/Getty Images

Visite o apartamento durante a noite

Encontrou um apartamento e achou que ele é perfeito para você? Não esqueça de também visitá-lo durante a noite, assim você terá uma ideia muito mais clara de como será sua vizinhança. Alguns bairros podem ter características totalmente diferentes no decorrer do dia. Pela manhã podem ser movimentados, mas desertos durante a noite. Ou pior, podem ser pacatos no horário de trabalho, mas com muito barulho e vida noturna. Para evitar grandes arrependimentos, faça mais que uma visita ao apartamento. Peça permissão para a imobiliária e vá ao apartamento durante o período noturno. Assim você poderá conhecer de fato o perfil da região onde ele está localizado.

Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images

Negocie o preço

Depois que você encontrou o apartamento perfeito para suas necessidades, é hora de ser esperto também na hora de fechar o contrato e conseguir mais vantagens. Não tenha vergonha e negocie. Pode fazer uma tremenda diferença no preço final a ser pago mensalmente durante dois anos. Muitas vezes os proprietários colocam apartamentos para alugar no mercado já pensando numa margem de negociação, por isso aproveite. Durante a visita ao imóvel, tente descobrir há quanto tempo ele está para alugar. Pesquise também o valor de outros apartamentos na região para comparar e peça uma redução no preço. Não custa tentar!

Jupiterimages/Creatas/Getty Images

Abra o olho na vistoria!

A vistoria é um dos momentos mais importantes do contrato de aluguel de um apartamento. Ela diz exatamente em qual estado o imóvel está, o que ele contém e em quais condições foi colocado para locação. Preste bastante atenção em todos os itens e não tenha pressa. A vistoria parece banal no início, mas será fundamental quando o contrato terminar. Repare em todos os detalhes do imóvel, se ele foi realmente pintado, se as janelas estão em boas condições, se não há vazamentos, se todas as torneiras funcionam, etc. Lembre-se de que, no fim do contrato, você terá que entregar o apartamento exatamente do jeito que ele foi deixado e a vistoria será o seu comprovante de como o imóvel estava no momento em que você entrou nele. Portanto, jamais assine o termo de vistoria sem antes conferir cada ítem.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Leia bem antes de assinar o contrato

Depois de encontrar o apartamento ideal, vem a parte burocrática: juntar todos os documentos e assinar o contrato de locação. Mesmo sendo sua primeira vez, não deixe a ansiedade dominar. Leia bem todas as folhas do documento e preste atenção em todos os detalhes. Não fique com vergonha e pergunte sobre tudo que tiver dúvida. Se não concordar com algo, conteste e peça mudanças. Veja qual será o fator usado no reajuste e quais as condições de entrega do apartamento. Alguns contratos possuem uma multa abusiva caso você tenha que sair do apartamento antes do prazo. Fique de olho!

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Animais de estimação

Animais de estimação são um capítulo a parte na hora de escolher um imóvel para morar. Muitos edifícios e proprietários proibem alguns tipos de bichos nos apartamentos, frequentemente para preservar o imóvel e evitar problemas de barulho e convivência com vizinhos. Antes de assinar o contrato para a sua nova morada, certifique-se com a imobiliária, o dono do imóvel ou o síndico do prédio se há algum tipo de política quanto a ter bichinhos em casa, assim você evita problemas posteriores. Geralmente as proibições, quando existem, são para cachorros e gatos. Animais menores e mais silenciosos como peixes, coelhos e tartarugas são tolerados. Porém cada condomínio tem suas regras próprias e vale estar ciente delas antes de mudar de mala e cuia para um novo imóvel.