Dieta anti-estrogênio

Escrito por cindy hill | Traduzido por camille sampaio
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O estrogênio está presente na maioria dos seres vivos, possuindo um papel importante sinalizando várias funções e atividades de desenvolvimento no corpo humano. Estrogênio demais, entretanto, pode causar problemas na saúde humana. Nas últimas décadas, os cientistas aprenderam que uma variedade de produtos químicos sintéticos, incluindo aqueles em plásticos ubíquos e pesticidas, imitam o estrogênio uma vez ingeridos pelo corpo humano. Essas substâncias de desregulação hormonal estão ligadas a impactos na saúde, desde os níveis reduzidos de testosterona até ganho de peso, doença fibrocística da mama, câncer de mama e defeitos de nascimento. Uma dieta anti-estrogênio minimiza a exposição às substâncias que imitam estrogênio para ajudar a manter a saúde.

Outras pessoas estão lendo

Cozinhamento e armazenamento

O endocrinologista Frederick Vom Saal, em um relatório especial ao Frontline sobre substâncias químicas ambientais que imitam o estrogênio, escreve que não há dose segura dessas substâncias, que são encontrados nos forros das latas de alimentos, em embalagens plásticas e garrafas, e até mesmo em selantes dentários. A exposição a substâncias similares ao estrogênio pode ser diminuída ao selecionar alimentos não embalados, como grãos a granel e frutas e vegetais frescos e, em seguida, armazenar esses itens em recipientes de vidro ou cerâmica. Nunca leve ao microondas alimentos em recipientes de plástico ou use plástico para cobrir o recipiente, de acordo com o pesquisador de nutrição Brad King, que cita vários estudos que demonstram como as substâncias que imitam o estrogênio vazam do plástico durante o cozimento.

Seleções livres de substâncias químicas

Substâncias similares ao estrogênio estão presentes em produtos químicos agrícolas, como pesticidas e herbicidas. Profissionais de saúde e pesquisadores endocrinologistas recomendam lavar cuidadosamente todos os produtos. Os funcionários da Nutrição Energética recomendam a imersão dos alimentos convencionalmente cultivados em uma lavagem produzida ou em água ozonizada por pelo menos 20 minutos antes de cozinhar. Escolha carnes orgânicas, frutas, legumes, grãos e produtos lácteos sempre que possível.

Alimentos anti-estrogênio

Ori Hefmekler, fundador e editor da revista Mind and Muscle Power e ex-editor de saúde e boa forma da Penthouse, escreveu no livro Anti-Estrogenic Diet que certos alimentos contém propriedades que ajudam a combater os efeitos das substâncias ambientais que imitam o estrogênio. Eles incluem vegetais crucíferos como brócolis, repolho e couve de bruxelas, bem como café, chá, frutas cítricas e produtos lácteos orgânicos de gado alimentado com capim. O impacto de uma dieta anti-estrogênio sobre os níveis de estrogênio do corpo ainda não foi estudado cientificamente. No entanto, os alimentos recomendados por Hofmekler são considerados por médicos e nutricionistas como saudáveis e benéficos para a maioria das pessoas, e o fato de evitar produtos químicos através da ingestão de produtos orgânicos vai diminuir a exposição ao estrogênio e os riscos de saúde associados com substâncias estrogênicas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível