Dieta após uma ileostomia reversa

Escrito por ts jordan | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Uma ileostomia é um procedimento no qual um cirurgião constrói um ânus artificial, permitindo que os resíduos saiam do corpo através de um buraco feito na parede abdominal. Isso pode gerar problemas digestivos que podem aumentar após uma série de doenças, como a doença de Crohn ou IBS crônica. Contudo, algumas vezes a ileostomia é revertida, seja pela escolha do paciente ou por recomendações médicas. Nesses casos, aderir a uma estratégia dietética específica pode ajudar o corpo a se reajustar.

Outras pessoas estão lendo

Guias gerais

Evite sobrecarregar o corpo com refeições grandes, enquanto permite que o trato digestivo se acostume a funcionar novamente como antes. Para fazer isso, mantenha as refeições pequenas e regulares, com intervalos uniformes entre uma e outra durante o dia. Comer uma vez a cada três ou quatro horas, para um total de seis refeições ao todo, é um bom começo. Entenda que deve-se comer a mesma quantidade e o mesmo tipo de comida em todas elas. Em outras palavras, não tome um café da manhã tradicional para depois de algumas horas comer uma maçã, colocando-a no lugar de uma refeição completa. De modo geral, uma refeição significa consumir uma fonte proteica, frutas ou vegetais, um pouco de gordura saudável, e possivelmente incluir alguns grãos integrais.

Composição de macronutrientes

Mantenha-se em uma dieta rica em proteínas e carboidratos enquanto se deixa a ingestão de gorduras a um nível mínimo. A gordura geralmente é difícil de ser digerida pelo corpo, aumentando a probabilidade de que a refeição se torne uma viagem rápida ao banheiro logo. Contudo, o corpo precisa de uma concentração mínima de gordura para funcionar adequadamente, então certifique-se de que pelo menos 25 a 30% das calorias diárias venham de gorduras insaturadas saudáveis (e algumas saturadas) para garantir que o corpo seja capaz de executar tarefas ao máximo. Bons exemplos de gorduras insaturadas incluem óleo, óleo de peixe, amêndoas e nozes. Juntamente às gorduras, consuma bastante fibra (pelo menos 20 a 30 g por dia), já que isso pode ajudar a suavizar o processo digestivo. Divida a ingestão de fibras uniforme e idealmente ao longo do dia.

Alimentos de gatilho

Evite alimentos apimentados, álcool, cafeína, laticínios e alimentos processados. Essas são categorias de itens que irritam o trato digestivo. Junto com essas comidas, provavelmente vários eventos serão desencadeados e que devem ser evitados após a reversão da ileostomia. Para defini-los, mantenha um diário durante os primeiros meses após a cirurgia. Com o tempo, isso permitirá que se isole os itens que são particularmente intragáveis, eliminado-os da dieta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível